O que é trade?

Você sabe o que é Trade? Conheça o seu significado, quais são os tipos de trade e também o que é necessário para entrar no mundo dos investimentos. Confira.

Por
Equipe Coinext
5/1/2021

Se você está pensando em começar a investir, seja na Bolsa de Valores ou em uma corretora, trade é um dos primeiros conceitos com que você deve se preocupar em entender. Entendendo o que é trade, você já consegue fazer  operações simples e ter bons lucros.

Ao final deste artigo você vai entender:

  • O que é Trade?
  • Quais são os tipos de Trade?
  • Day Trade
  • Swing Trade
  • Scalping Trade
  • Quais as vantagens em recorrer ao trade?
  • O que faz um trader?
  • Quais os requisitos básicos para ser um trader
  • Como fazer trade com criptomoedas

Preparado? Então, vamos lá!

O que é Trade

Algumas pessoas, que ainda não têm familiaridade com o universo financeiro, acreditam que trade é um conceito abstrato, e uma operação difícil e de risco. Na verdade, trade é um conceito bem simples. Em uma tradução direta do inglês, trade significa negócios, ou também pode significar negociação, dependendo do sentido. Sobre a operação ser difícil, quebro esse estigma agora, pois operar em trade é, basicamente, comprar na baixa e vender na alta.

Assim como qualquer outra operação de investimento em renda variável, operar em trade envolve seus riscos sim, claro! Mas isso não significa que a operação é difícil de ser executada e compreendida.

É fácil associar o trade à uma operação de alto risco e de difícil compreensão pelo senso comum que se tem, tanto sobre o profissional que opera estes investimentos quanto sobre o investimento em si. A verdade é que, essa grande montanha-russa de comprar na baixa e vender na alta é o que mantém o mercado girando.

São essas operações que ajudam a precificar os ativos, sejam ações, títulos ou mesmo as criptomoedas. Por isso é tão importante que essa operação e esse profissional tenham seu devido espaço e reconhecimento, pois é uma solução que os investidores encontraram para conseguir operar mesmo com a volatilidade do mercado.

Volatilidade de mercado, é a característica que um ativo tem quando ele possui bruscas alterações no seu preço em um espaço de tempo relativamente curto. É isso que torna possível a operação em trade, uma vez que os investidores estão justamente em busca dessas oscilações de preço para poderem realizar suas ações de compra e venda.

Vamos para um exemplo prático?

Você tem R$10.000 para investir num ativo A. E já que estamos no universo cripto, vamos supor que este ativo A é uma moeda cujo valor unitário está em torno de R$100.

Você decide comprar então 100 moedas, no valor de R$100 cada uma, totalizando seus R$10.000 de investimento.

Mais tarde no mesmo dia, você, acompanhando as variações do mercado, percebe que o valor unitário da moeda A passou de R$100para R$150. Você decide que é um bom momento para vender as moedas que adquiriu mais cedo, e assim o faz.

Você vendeu 100 moedas por R$150 cada uma, totalizandoR$15.000 adquiridos na operação. Subtraindo os R$10.00 que você investiu, o seu lucro foi de R$5.000 nesta operação de trade.

Consegue perceber o conceito de comprar na baixa e vender na alta? E a importância da oscilação de preço num curto espaço de tempo? Esses são os grandes pilares de uma operação em trade, juntamente com o lucro em curto prazo. Simples, não é?

Agora vamos conferir quais são os tipos de operações em trade que temos.

Quais são os tipos de trade?

As operações em trade podem variar de acordo com o tempo em que elas acontecem, ou seja, o período de tempo entre a compra e a venda dos ativos. Tudo isso dependerá da estratégia que você, como investidor, adotará para seus investimentos.

Day Trade

A operação de Day Trade é exatamente o exemplo que discutimos no conceito de trade.

As principais características do Day Trade é a compra e venda do ativo no mesmo dia, buscando o lucro no final do dia. Nesta modalidade, as operações podem durar poucas horas, minutos ou até mesmo segundos.

Não é necessário comprar no começo do dia e vender ao final. Você pode operar ao contrário, vendendo no começo do dia à um preço mais alto e comprando ao final do dia por um preço menor, se estas forem as condições do momento.  O que define quanto de lucro você pode ganhar é a sua tolerância ao risco.

Por ser uma operação de curto prazo, o risco é um pouco mais alto do que uma operação que ocorre em mais tempo, na qual o investidor tem mais tempo para recuperar o dinheiro.

No Day Trade, os investidores não estão interessados em acompanhar uma empresa, por exemplo, ou em ter lucros à longo prazo. O seu objetivo é conseguir lucrar com as oscilações de preço do ativo que acontecerem somente naquele dia. Por essa razão, o investidor que opera em Day Trade precisa manter-se atento o dia todo no mercado e acompanhar as mínimas alterações que o ativo tiver. É uma profissão que exige dedicação em tempo praticamente integral.

Swing Trade

Swing Trade é a modalidade de trade mais versátil, que opera em curto e médio prazo, na qual os investidores mantêm a posse dos ativos adquiridos em um período que pode variar entre 1 dia a algumas semanas.

Nesta modalidade o investidor precisa levar em conta a análise técnica do mercado e a análise fundamentalista. A primeira são análises baseadas em gráficos, preços, volumes de venda, dentre outros. A segunda, o investidor precisa analisar fundamentos da instituição (ou ativo) que ele escolheu para investir, tais como o histórico da empresa, se possui algum escândalo de corrupção, notícias bombásticas e qualquer informação que possa mudar o percurso do preço daquele ativo.

Isto acontece pois uma forte característica do Swing Trade é que os traders desta modalidade apostam em tendências de mercado, ou seja, tudo aquilo que influencia a curto e médio prazo no valor de um ativo.

Identificado a tendência de mercado, o investidor só precisa traçar a sua estratégia de investimento e definir valores de entrada, lucro estimado e prejuízo estimado também. É fundamental que o investidor mantenha-se fiel à sua estratégia de investimento e respeite as ordens de stop loss ou stop gain.

É considerada uma operação mais versátil pois não requer que o investidor fique o tempo inteiro à disposição do mercado, já que ele busca acompanhar movimentos mais prolongados, tanto de alta quanto de baixa. Muitas pessoas conseguem intercalar a profissão com demais atividades e tirar bons lucros disso.

Scalping Trade

Se você já achou que a operação de Day Trade é uma loucura por tudo acontecer em um intervalo de 24 horas, saiba que nem tudo é tão ruim que não possa piorar! Na operação Scalper Trade as negociações acontecem em curtíssimo prazo, geralmente em um período de poucos minutos, algumas vezes até segundos podem fazer uma grande diferença.

Brincadeiras a parte, a operação Scalper Trade se baseia em adquirir lucros em curtíssimos prazos, nas variações de preço que acontecem em poucos minutos. Nesta modalidade, que é um tipo de operação Day Trade, os investidores acompanham fielmente os gráficos diários dos ativos, com intervalos de poucos minutos,  muitas vezes menos que uma hora. Aqui, as análises fundamentalistas em que se observa o histórico e comportamento atual do ativo, ou da instituição, não são tão relevantes. Nem mesmo notícias que saem no dia têm tanto impacto no scalping.

Como são muito curtas, essas operações têm margem de lucro pequenas e alto grau de risco também. Mas, ao mesmo tempo, quanto mais dinheiro você investir em cada transação, maior será o seu lucro. Ou ainda, quanto maior for a sua alavancagem, limite concedido aos investidores maior do que a quantidade efetiva de dinheiro que se tem, melhores serão seus resultados.

Uma das principais vantagens que atraem os investidores para esta operação são as várias oportunidades que se tem para ganhar dinheiro, várias vezes ao dia. As perdas podem ser programadas para acontecerem de maneira que o impacto seja minimizado, ou seja, você define até que preço você está disposto a manter o ativo, se o mercado diminuir ainda mais esse preço, você consegue programar para vender os ativos antes que chegue à uma situação crítica, ferramenta conhecida como stop loss.

As principais desvantagens são relacionadas ao alto nível de estresse que o investidor acaba sofrendo, além de ser uma atividade que demanda total concentração e dedicação em tempo integral, já que ele precisa de pequenas oscilações que podem ocorrer em questão de segundos.

Quais as vantagens do trade?

Operar em trade possui algumas vantagens bem interessantes! Este tipo de investimento representa possibilidades, pois, conforme vimos nos tópicos acima, existem modalidades que você pode operar diversas vezes em um único dia. Mais chances para você conseguir lucrar!

Além disso, você está lidando com ativos de alta liquidez, que são potencialmente fáceis de se transformarem em dinheiro na sua conta.  

Se você possui algum dinheiro parado em conta, investir em ativos operando em trade pode ser aquela renda extra que você tanto procura para realizar os seus sonhos e conquistar objetivos.

Além disso, hoje em dia o home brocker, ferramenta pela qual se investe online, ficou muito mais facilitado e intuitivo. Você consegue realizar suas operações basicamente de qualquer lugar, desde que tenha um computador ou smartphone e acesso à internet.

E claro, investir é uma atividade que requer estudos, dedicação e acompanhamento. Porém, mesmo em estágios iniciais, com  pouco conhecimento, você já consegue sim lucrar nas suas operações, uma vez que o conceito em si é muito básico: você vende o ativo por um preço maior do o comprou.  Com o tempo e a prática, você consegue potencializar seus resultados e ir dando passos maiores.

O que faz um trader?

Provavelmente, depois de ler o texto, você já entende que trader é o profissional que opera investimentos de curto à medio prazo em ativos financeiros, seja na Bolsa de Valores ou em corretoras de investimento.

Você também já deve ter percebido que não é qualquer um que consegue ser um trader. Apesar de ser uma profissão que você consegue adentrar independente de idade, gênero, classe social ou qualquer outra limitação nesse sentido, é uma ocupação que precisa de habilidades e competências específicas, especialmente a questão de análise de cenários e agilidade para tomada de decisões. É claro que, se este é o seu objetivo e sonho, com dedicação, estudo e prática você chega lá!

Quais são os requisitos básicos para ser um trader?

Se você já quer começar a se preparar, confira aqui as principais características, habilidades e competências de um trader de sucesso:

  • Controle emocional forte: esta com certeza é uma das características mais fortes de quem tem perfil trader. Como você estará lidando com movimentações de mercado, que como vimos podem acontecer em questão de segundos, é imprescindível ter controle emocional para controlar também as suas jogadas e manter-se fiel à estratégia definida anteriormente. No mercado financeiro, alguns episódios são bem tentadores e pode ser fácil ser manipulado pelas ações de outras pessoas, por isso é importante manter a cabeça fria e o foco, sempre.
  • Controle financeiro pessoal: já puxando o gancho com o tópico acima, da mesma forma que é importante ter controle emocional, controlar e planejar a sua situação financeira também é fundamental para ter sucesso como trader. Afinal, você vai precisar se planejar, fazer reservas, separar o seu dinheiro e traçar uma estratégia de investimento que faça sentido, tanto com o seu perfil e quanto sua realidade, para não precisar sacrificar suas economias ou ter prejuízo.
  • Conhecimento do mercado financeiro: é muito importante que o trader tenha conhecimentos profundos sobre o mercado financeiro para que ele consiga executar suas análises com sucesso, tanto a técnica quanto a fundamentalista. É imprescindível saber entender o contexto em que as coisas ocorrem, quais podem ser os efeitos, positivos e negativos, antecipar operações de acordo com tendências identificas, dentre outros conhecimentos específicos do universo financeiro que o trader precisa ter.
  • Manter-se atualizado: é praticamente obrigatório acompanhar constantemente todos os elementos que influenciam no preço do ativo e no movimento do mercado como um todo. Consulte diariamente canais de comunicação, gerais e específicos sobre o mercado financeiro, blogs e redes sociais de corretoras de confiança, jornais, instituições e até mesmo grandes personalidades influentes do mercado.
  • Ser resiliente: é preciso manter-se resiliente para ser um trader. Muitas pessoas apostam tudo nessa profissão acreditando que, do dia para a noite, vão se tornar ricos. Não caia nessa! É preciso ter foco e ser persistente nas estratégias, alguns dias serão piores que outros, e nem por isso você precisa largar mão de tudo e desistir de ser um trader.
  • Ser estratégico: um trader lida com várias operações de risco o tempo todo. Não basta apenas ficar adquirindo conhecimento sem usá-lo de maneira estratégica a seu favor. Identificar as oportunidades e ameaças do mercado pode ser um desafio que exige muita disciplina e pensamento estratégico.

Como fazer Trade em criptomoedas?

A operação em trade e o mercado de criptomoedas são duas coisas que deram muito certo por suas características complementares.

Agora que já sabemos que, para operar em trade você precisa, dentre outras coisas, comprar na baixa e na vender na alta, e contar com as oscilações dos ativos financeiros, podemos entender porque essa estratégia tem sido a grande escolha dos investidores de criptomoedas.

Os criptoativos têm alta volatilidade, ou seja, eles oscilam o seu preço várias vezes em um curto espaço de tempo. Para o trader isso é uma mina de ouro, uma vez que o seu lucro depende dessas oscilações de preço e de mercado.

Para operar em trade com criptomoedas você precisa se cadastrar em uma plataforma de alguma exchange, ou corretora, de criptoativos.

Depois de se cadastrar e realizar o seu depósito, é hora de adquirir suas primeiras criptomoedas.

A escolha de qual moeda adquirir também deve ser feita com base em análises, estudo de mercado, conteúdos específicos e adequação com o seu plano de investimentos. Você pode se apoiar na própria exchange que escolher para tomar suas decisões. Aqui na Coinext temos vários conteúdos que podem te ajudar a entender completamente o mercado e tomar suas decisões com base em fatos e informações relevantes.

É importante ressaltar que você não precisa se limitar à uma moeda. Pelo contrário, especialistas indicam que uma carteira diversificada, ou seja, com várias moedas diferentes, é uma estratégia mais segura e uma maneira menos arriscada de distribuir seu dinheiro.

Depois de escolher as moedas que vão compor a sua carteira, chegou o momento de operar. A exchange é quem vai facilitar o processo de trade, entre quem quer comprar e quem quer vender as moedas. As transações ocorrem de maneira anônima e praticamente instantâneas.

Ainda não tem uma corretora? Aqui na Coinext você lida com as menores taxas do mercado e com apenas R$25,00 você já consegue operar suas criptomoedas. Temos um home brocker mega intuitivo que te dá as principais informações que você precisa sobre a moeda, como seu valor máximo e mínimo nas últimas 24 horas, volume de operações, preço de mercado da moeda, tanto de compra quanto de venda e uma ótima variedade de moedas para você diversificar os seus investimentos.

Ah, e o mais importante! Sabemos da responsabilidade que carregamos e trabalhamos com tecnologia de ponta para garantir máxima segurança aos nossos investidores.

Mais nesta categoria
Ver todos >
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Feedback