Ordem a mercado: Veja o que é e como usar

Você sabe o que significa Ordem a mercado? Conheça os tipos de ordem e confira porque elas são as mais utilizadas diariamente por investidores.

Por
Luiza Brito
1/4/2021
Ordem a mercado: Veja o que é e como usar

A base para estruturar uma boa estratégia de investimento é ter um bom entendimento dos tipos de ordens que são possíveis de serem feitas e conseguir ter um senso apurado de quando é o momento ideal para utilizar cada tipo de ordem. 

A partir do momento que você percebe como as características das ordens podem ter papel transformador no curso da sua estratégia, será bem mais fácil manter a calma e a concentração na hora de operar. No mercado de investimentos como um todo existem diversos tipos de ordens que podem ser utilizadas, falaremos sobre eles aqui neste artigo. No entanto, para o mercado cripto apenas alguns tipos específicos de ordens fazem sentido e são mais comuns de serem encontradas nas corretoras. Algumas características muito particulares das criptomoedas fazem com que alguns tipos de ordens não sejam tão eficazes e utilizados.

Confira tudo que você aprenderá neste artigo:

  • O que é ordem a mercado?
  • Quais são os tipos de ordem?
  • Ordem limitada
  • Ordem stop loss
  • Ordem stop móvel
  • Ordem casada

O que é ordem a mercado

Ordem a mercado, também conhecida como Market, é uma das mais utilizadas, inclusive pelo mercado cripto. Nesta modalidade a ordem de compra ou venda do ativo é executada no preço que ele estiver sendo cotado no momento. O preço cotado é o valor que o ativo está sendo negociado no momento. Por exemplo, se o Bitcoin está sendo cotado a R$100.000 significa que ele está sendo vendido e comprado à este valor pelos investidores, apesar de que o preço de venda e de compra podem apresentar pequenas variações devido à outros fatores, como o volume de moedas negociado, por exemplo.

Geralmente, ao configurar este tipo de ordem você só precisa definir a quantidade de unidades que quer adquirir ou vender daquele ativo. No caso de ações, você pode precisar configurar também as  suas características.

Voltando ao exemplo do Bitcoin, suponhamos que você vai executar uma ordem de compra. Logo você vai configurar a quantidade de bitcoins que deseja comprar e a ordem será executada pelo valor atual de compra dele.

Exemplo, você deseja investir R$150,00, logo você  configura a quantidade para 0,0015 bitcoins, no valor de mercado da moeda que é R$100.000. 

Quais são os tipos de ordens?

Ordem limitada

Na  ordem limitada, que também é chamada de Limit, é possível configurar o preço que você deseja negociar o ativo, sendo que a ordem só vem a ser executada quando o preço do ativo efetivamente atinge o valor que foi pré- determinado. O principal ponto desta modalidade de ordem é que ela permite ao investidor maior controle sobre os preços de execução, dando a oportunidade de apostar em possíveis tendências do ativo. É o tipo de ordem que lhe permite especular e definir por qual valor você acredita ser viável e favorável fazer a negociação.

Logo, nesta modalidade é necessário configurar a quantidade de unidades do ativo e o preço da negociação. É preciso acompanhar de perto, pois não há garantias que a ordem será executada, uma vez que você está definindo um preço diferente do que o que está em execução no momento. 

A lógica por trás dessa ordem é seguir a premissa básica dos investimentos, que é comprar o ativo por um preço menor e vendê-lo por um preço maior do que o de compra, para conseguir o lucro. 

Vamos para um exemplo prático? Seguindo ainda o cenário hipotético que criamos no primeiro tópico, vamos simular uma ordem limite. 

Suponhamos que o preço do Bitcoin no mercado, para compra, está em torno de R$100.000. Porém, você gostaria de tentar comprar abaixo desse valor, pois depois de realizar a sua análise técnica, concluiu que a moeda está em um momento de correção, conhecido como Pullback. Ou seja, o preço dela tende a cair, por um breve momento.

Você configura a ordem de compra na modalidade limite e define que o preço será de R$90.000, e logo depois configura a quantidade de bitcoins que deseja comprar. Algum tempo depois, sua análise é comprovada e o Bitcoin passa pela correção, atingindo os R$90.000, fazendo com que sua ordem seja executada.

Passado alguns dias você já percebe uma movimentação de alta no preço do Bitcoin e que a moeda dando indícios de que se recuperou adequadamente e está entrando em nova tendência de alta. Você se prepara para vender as moedas num preço acima do que ela está sendo cotada no mercado, que voltou para os R$100.000, no pós correção. 

A ordem de venda foi configurada para ser executada quando a moeda atingisse R$110.000 e assim foi feito, uma vez que o Bitcoin continuou subindo.

Percebe como a ordem limitada teve total participação no seu lucro nessa estratégia? Por isso ela é bastante utilizada por aqueles que operam em Swing Trade, pois pode-se esperar o tempo necessário para confirmar a tendência do ativo e com isso definir como você pode lucrar em cima da oscilação, ou seja, em cima de sua volatilidade.

Ordem stop loss

O Stop Loss e Stop Gain é um mecanismo que já citamos diversas vezes aqui no blog, traduzidos para o português significam parar perda e parar ganho, respectivamente. É um tipo de ordem que você consegue mitigar seu prejuízo e se precaver das súbitas oscilações do mercado, sobretudo das criptos, que têm alta volatilidade.

Por meio do stop loss o investidor consegue pré-programar uma ordem, de compra ou de venda, definindo um preço que é considerado o ponto máximo pelo qual o ativo pode passar antes que o investimento se torne em prejuízo irrecuperável. 

O melhor jeito de entender o stop loss é por meio de exemplos práticos.

No caso do contexto em que criamos, com o Bitcoin sendo cotado no mercado à R$100.000, suponhamos que o investidor já havia feito a sua compra anteriormente. Em seguida, começou a identificar alguns sinais de reversão de tendência e acredita que a moeda entrará em queda. Sendo assim, configura a ordem de venda para ser disparada se a moeda atingir R$98.000, que foi o ponto considerado crítico. Ou seja, se vendesse abaixo desse valor teria prejuízo, logo programou o stop loss e se precaveu. 

A ordem só será executada caso o ativo realmente atinja aquele valor, se a reversão não continuasse e o Bitcoin voltasse a subir, mesmo que a ordem de venda já tenha sido programada ela não é executada, porque a moeda se recuperou e não atingiu o valor definido. Essa é a forma que o investidor consegue se prevenir e literalmente parar sua perda.

Se você está se perguntando qual seria o cenário do stop gain e porque alguém iria querer interromper o ganho, saiba que é basicamente o mesmo raciocínio. Mesmo que você esteja comprado em um momento de alta valorização da moeda, ideal para vender o ativo, é recomendável não se deixar levar pela ganância de querer sempre aguardar uma valorização ainda maior para executar a venda. Nessa, você pode arriscar perder tudo que já havia conquistado. 

Por isso é importante considerar o stop gain e programar a ordem para vender suas unidades antes que a tendência de alta seja interrompida e se torne uma tendência de baixa, desvalorizando o preço.

Stop móvel

O stop móvel tem os mesmo princípios básicos de uma ordem stop, ou seja, é um mecanismo focado em prevenir o investidor das oscilações bruscas do mercado. A principal diferença é que o stop móvel é um tipo de ordem avançada do stop loss, nela é possível configurar de acordo com a volatilidade percentual do ativo. Por meio dela você consegue maximizar ainda mais os lucros e minimizar prejuízos, pois é possível redefinir novos valores de disparo de acordo com as movimentações do mercado.

A configuração do stop móvel envolve definir alguns termos como o “início da movimentação”, que representa o valor de mercado do ativo. Preço de disparo, que indica quando a ordem será enviada e preço de limite, que é o valor que define efetivamente quando a ordem será executada. E por fim, configura-se o ajuste, que seria a variação do ativo, considerando sua volatilidade. 

Exemplo prático: vamos imaginar que a criptomoeda C está sendo cotada no mercado a R$200,00 pelo preço de compra. Assim, você define o seu stop móvel inicial para R$220,000. O preço máximo de disparo de venda poderia ser definido para algo em torno de R$250,00 e o preço mínimo para vender em R$190,00, com um ajuste de R$5,00

Sendo assim, se a moeda bater R$220,00, o disparo máximo de venda sobe automaticamente para R$250, pois foi detectado uma valorização da moeda, enquanto o disparo mínimo também acompanha e sobe para R$195,00, com o ajuste.

Ordem casada

O conceito de ordem casada também é bem intuitivo, ela é composta por duas ordens seguidas, uma de compra e uma de venda, e elas precisam ser feitas  integralmente ou simultaneamente. Porém a ordem que as operações serão executadas podem ser determinadas na sequência que o investidor quiser.

Este tipo de ordem é mais comum para os traders que têm a prática de trocar de posições com mais frequência, como quem pratica o Day Trade ou Scalping Trade. 

O exemplo prático é bem simples e autoexplicativo: o trader entrou no mercado com a posição de compra do ativo por R$200,00 e mudou sua posição novamente, vendendo o ativo por R$220,00.


Agora que você já conhece mais sobre os tipos de ordens e como elas influenciam na sua estratégia de investimento é só colocar em prática.

Faça seu cadastro a custo zero e comece a investir em Bitcoin e outras criptomoedas! Com apenas R$25,00 em saldo você já está habilitado a fazer as suas ordens.
Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback