O que é Fantom (FTM)?

Fantom (FTM) é o token principal da rede de mesmo nome, usado para governança, pagamentos e cobranças de taxas, além de garantir a proteção da rede.

Fantom
Fantom (FTM)
R$ 00,00
-
FTM/BRL

O assunto finanças descentralizadas pode ser considerado um marco para o mercado de criptomoedas. Ativos relacionados às DeFi chamam atenção e surgem constantemente. Hoje, chegou a hora de explicarmos todos os detalhes sobre Fantom (FTM).

Ao longo desse conteúdo, você vai entender todos os fundamentos sobre esse ativo e descobrir dados para saber se vale a pena investir em FTM e contar com esse token em sua carteira de criptomoedas.

O que é Fantom (FTM)?

O FTM é o token principal da rede Fantom, usado para governança, pagamentos e cobranças de taxas, além de garantir a proteção da rede. Com isso, as principais utilidades do token FTM são:

  • Pagamentos: graças à alta performance de sua rede, esse token é ideal para enviar e receber pagamentos, com rápida confirmação das transações e taxas consideradas muito baixas, quando comparamos às outras redes disponíveis.
  • Taxas de rede: o FTM é o token utilizado para cobrar as taxas de operações na rede, como transações e implementação de contratos inteligentes.
  • Governança: como o Fantom é um ecossistema descentralizado, o token FTM é necessário para participar do processo de governança da rede, por meio do qual são votadas as mudanças feitas na plataforma, como atualizações e melhorias.
  • Staking: esse token também pode ser usado para staking, uma forma de rendimento passivo utilizando a carteira. Assim, ao manter tokens FTM por um determinado tempo, é possível receber recompensas em FTM por isso.

Além de token nativo Opera FTM, ele também está disponível como token ERC-20 utilizado na rede Ethereum e BEP-2 na Binance Chain.

A seguir, vamos explicar com mais detalhes o que é a rede Fantom, bem como o seu funcionamento. Confira:

Abra sua conta gratuita na Coinext para comprar essa e outras criptomoedas!

O que é Fantom?

Fantom é uma plataforma de contrato inteligente de alta performance, descentralizada e de código aberto, para DApps (aplicativos descentralizados), ativos digitais e recursos DeFi integrados.

Criada em 2018 pela Fundação Fantom, a plataforma teve a Mainnet, chamada Opera, lançada em dezembro de 2019. Foi desenvolvida com o objetivo de ser mais rápida, segura e escalável do que as tecnologias de Blockchain mais antigas e oferecer suporte a desenvolvedores de DApps.

O projeto Fantom se coloca como mais uma alternativa à rede Ethereum, visto que também opera contratos inteligentes e possibilita o uso de sua rede para o desenvolvimento de diversos DApps, enquanto busca ser mais rápida e barata.

O interessante disso é que a Fantom é compatível com a EVM (Máquina Virtual Ethereum), o que significa que projetos desenvolvidos em Ethereum podem ser facilmente transferidos e interoperáveis com Fantom.

Tudo isso torna o Fantom um ecossistema muito rico. No começo de 2022, eram contabilizados mais de 80 projetos já implantados no protocolo, entre eles Multichain (MULTI) e SpookySwap (BOO). 

Ademais, o projeto espera promover a criação de aplicações que podem ser usadas no cotidiano do mundo real, como moedas bancárias digitais e até mesmo armazenamento de dados médicos confidenciais.

Comece a investir em criptos com apenas R$25. Clique e abra sua conta.

Como a rede Fantom funciona?

Com o conceito sobre Fantom esclarecido, vamos à forma como essa rede funciona. Assim, fica mais fácil entender sobre a usabilidade de seu token e também os motivos pelo quais a moeda Fantom Coin é considerada promissora por muitos investimentos.

Segurança

A rede Fantom funciona com segurança porque as transações são validadas por um mecanismo de consenso de Proof Of Stake chamado Lachesis. Esse processo é mais tolerante a falhas por conta do protocolo aBFT e também capaz de processar mais operações do que os mecanismos de consenso tradicionais, como Proof Of Work.

Em vez das tecnologias clássicas de Blockchain como de outras criptomoedas, o Lachesis adota o DAG (Grafo Acíclico Direcionado). Embora recente, essa tecnologia traz vantagens por ser mais rápida, escalável e com taxas bem menores.

Dessa forma, Fantom utiliza um processo mais rápido e barato do que outras tecnologias, e ainda bastante seguro, mantendo a transparência e descentralização, já que não há liderança na rede.

Escalabilidade

A rapidez da plataforma também está relacionada com o fato da Fantom ser mais escalável. Isso porque é possível que várias Blockchains independentes sejam conectadas a ela. Assim, cada DApp desenvolvido funciona com sua própria Blockchain, o que diminui o congestionamento da rede.

Cada uma dessas Blockchains pode interagir uma com a outra e ser personalizada com seus próprios tokens e regras de governança, enquanto se beneficia da tecnologia e segurança da Fantom.

Governança e participação

A plataforma Fantom é aberta e participativa. A governança da rede é feita por meio do token FTM e qualquer um que o possui pode participar, votando propostas de mudanças e melhorias na rede. Uma diferença interessante do modelo de governança da Fantom é que em vez de votar apenas “sim” ou “não”, como em outras plataformas, é possível expressar diferentes graus de concordância.

Além disso, qualquer um pode executar um nó validador na rede Fantom. Para isso, no momento de produção deste artigo, é necessário conter um mínimo de 500.000 FTM, que ficam bloqueados, e em troca todos recebem recompensas e uma porcentagem das taxas de transação na rede.

No entanto, ainda que o usuário não tenha a quantidade necessária do token acumulada, é possível delegar a partir de 1 FTM a um nó validador, participando indiretamente do processo e também ganhando recompensas por isso. Assim, a participação se torna mais democrática e menos limitada.

Portanto, vê-se que o ecossistema Fantom foi desenvolvido para trazer uma tecnologia capaz de solucionar problemas que as redes mais antigas apresentam e oferecer diversas possibilidades de uso, o que confere muito potencial ao projeto.

Explore o mercado de criptos. Aproveite as melhores oportunidades pela Coinext.

Vale a pena investir em Fantom (FTM)?

Agora que você já conhece o funcionamento da plataforma Fantom, deve estar se perguntando se o investimento em FTM coin é mesmo promissor. 

Primeiramente, vale ressaltar que não existe uma resposta definitiva para essa pergunta. Então, o que deve ser feito é analisar as principais características do cripto em questão para avaliar se, de fato, ele se encaixa em seus objetivos e perfil de investidor. Alguns fatores vantajosos a se considerar são:

  • Alta performance: como a rede Fantom foi desenvolvida para ser mais escalável, a confirmação das operações realizadas também é mais rápida. Logo, as transações são finalizadas quase instantaneamente e com taxas irrisórias.
  • Ecossistema DeFi: a plataforma Fantom conta com uma amplitude de possibilidades para diferentes projetos envolvendo finanças descentralizadas, oferecendo diversas utilidades para os usuários.
  • Valorização: considerando que o projeto Fantom favorece o desenvolvimento de DApps e do ecossistema DeFi por meio de sua rede, esse fator pode levar a mais valorização de seu token nativo FTM. Não há como ter certeza disso no futuro, mas vale a pena acompanhar a performance do ativo.
  • Diversificação da carteira: até mesmo quem já investe em Ether, por exemplo, token nativo da Ethereum, que possui funcionalidades parecidas com as oferecidas pela Fantom, pode diversificar sua carteira investindo também em FTM. Dessa maneira, se um projeto não vai bem, você não estará dependente dele, amenizando prejuízos.

Não podemos deixar de lembrar também que todo investimento possui um risco. O FTM, assim como as demais criptomoedas, sofre bastante volatilidade. Isso quer dizer que os preços tendem a variar consideravelmente em um curto espaço de tempo, tanto em relação às subidas quanto às quedas. Por isso, sempre estude e faça análises técnicas antes de tomar qualquer decisão envolvendo seus investimentos em criptoativos.

Invista em criptomoedas de forma segura e prática. Abra sua conta.

Cotação de FTM hoje

Na Coinext, o Fantom (FTM) é negociado em Reais (BRL) e a cotação irá variar de acordo com a oferta e demanda do mercado. 

O token FTM encerrou 2021 com uma valorização de +13.127%, segundo levantamento do InfoMoney, valendo cerca de R$12,00. O ativo iniciou 2022 com boa performance, chegando a ser negociado a R$18,00 em meados de janeiro. 

Considerando a possibilidade de variação dos preços dos criptoativos, destacamos a importância de sempre acompanhar o mercado e entender a cotação das moedas. Aqui na Coinext, você consegue acompanhar esses números em tempo real por meio da página de cotação de criptomoeda.

Gráfico de FTM

Acesse sua conta na Coinext para ver o gráfico completo de Fantom (FTM) e outras principais criptomoedas do mercado. Através do TradingView, disponibilizamos ferramentas avançadas de análise técnica. Você consegue utilizar estratégias de Bollinger, Médias Móveis, MACD, Estocástico, RSI, IFR, entre outras.

Invista em FTM pela Coinext. Comece agora

Como comprar FTM?

A forma mais segura de comprar tokens FTM é por meio de uma corretora de criptomoedas, como a Coinext. O passo a passo para a compra é o seguinte:

  1. Primeiro passo: abra sua conta na Coinext. Esse processo é gratuito, rápido, simples e seguro. Você conseguirá preencher e validar seus dados com poucos cliques. Clique aqui e abra sua conta grátis agora mesmo.
  2. Segundo passo: ative sua conta. Para isso, será necessário realizar um depósito de sua própria conta em um banco para que você tenha saldo para comprar criptos em sua conta Coinext. Esse processo também é rápido e seguro, e pode ser feito via PIX ou TED.
  3. Terceiro passo: busque conhecimento para investir. Antes de comprar criptos, é preciso saber bem o que está fazendo. Por isso, busque informações e estude para investir com segurança e consciência. Pensando nisso, disponibilizamos conteúdos no Blog, Área de Educação e Youtube para que você possa tirar todas as suas dúvidas.
  4. Quarto passo: comprar e vender as moedas. A lógica aplicada é a mesma que em qualquer investimento de renda variável: comprar a um preço baixo para vender a um preço mais alto. Escolha o ativo que deseja, nesse caso Fantom (FTM), e realize a operação desejada.

Depois de tudo que falamos aqui, agora você conta com dados para entender se Fantom (FTM) é uma criptomoeda que deve estar em sua carteira. Para isso, abra sua conta grátis e conte com toda ajuda da Coinext, seja por meio de nossos conteúdos ou do nosso time de suporte.