Pullback: Entenda para que serve este indicador

Pullback é um indicador muito utilizado no mercado de ações e investimentos. Entenda seu conceito e porque ele precisa ser observado.

Por
Luiza Brito
23/3/2021
Pullback: Entenda para que serve este indicador

O termo Pullback está muito presente no mercado de investimentos, sobretudo o cripto mercado, uma vez que é um conceito que está intimamente relacionado às variações dos ativos. Para ativos que podem sofrer alterações drásticas no preço em pouco tempo, o Pullback é aquilo que acalma o coração dos traders e dá ao mercado a chance de reagir às alterações com cautela e sem trocar os pés pelas mãos.

As criptomoedas são ativos com alta volatilidade, o que significa que têm facilidade para oscilar bruscamente o preço em um curto período de tempo. Não é para menos que são o grande alvo de investidores com perfis mais ousados.  Se você quer entrar nesse mercado mas tem receio das bruscas alterações, saiba que você não estará jogado à própria sorte, pois o mercado constrói mecanismos para lidar da melhor forma com toda essa volatilidade característica das criptomoedas, um deles é o Pullback. Confira aqui o que vamos ver no artigo de hoje:

  • O que é Pullback?
  • Para que Pullback serve?
  • Qual a diferença entre Pullback e movimento de reversão?
  • Como analisar e utilizar o Pullback?

O que é Pullback?

O mercado de investimentos de uma certa forma é guiado por tendências. Ora o ativo está em tendência de alta, ora está em tendência de baixa e é exatamente esse movimento que guia a dinâmica do mercado. Neste sentido, as tendências podem sofrer alterações pelo caminho, sendo interrompidas ou fortalecidas para algum outro fator. Quando o curso em que o ativo esta seguindo naquele momento, é momentaneamente alterado, origina-se o Pullback. 

Em outras palavras, o Pullback é um mecanismo de correção do mercado para movimentos repentinos, seu objetivo é trazer os preços do ativo de volta à normalidade, seguindo minimamente um padrão anterior em que estavam. O Pullback, também chamado de movimento de correção, no universo das criptos é praticamente rotineiro, identificar o momento em que ele está ocorrendo pode abrir brechas valiosas sobre o momento ideal de entrar ou sair do mercado.

Quando nos deparamos com uma forte mudança repentina na tendência de um ativo, pode ser necessário realizar um movimento contrário, para impedir que o mercado se desequilibre muito. A intenção é justamente essa, trazer os preços para uma região que os investidores consigam suportar, que já vinha sendo construída pela formação de tendência, e minimizar os impactos dessa alteração brusca. Com isso, os ativos retornam à um patamar de preço mais natural e consegue dar continuidade em sua dinâmica.

Sendo assim, quando o ativo está em tendência de alta e sofre uma queda brusca, o Pullback acontece para trazer de volta os preços para a média em que estavam. Da mesma forma acontece com o cenário contrário, quando o ativo estava em uma tendência de baixa e os preços disparam para cima, o Pullback atua para trazer o preço de volta e normalizar o movimento. E ainda, pode acontecer do ativo apresentar uma brusca alteração de preço, no sentido da tendência em que estava e ainda assim ser necessário o Pullback. Exemplo, se o ativo está se valorizando desenfreadamente, o Pullback entra para trazer o preço à uma faixa mais aceitável, mas sem necessariamente entrar em tendência de baixa.

Observe na imagem abaixo a representação de um Pullback no gráfico.

pullback-gráfico
O ativo estava em tendência de alta e com o Pullback seu preço caiu e retornou para os valores anteriores.

Pra que serve o Pullback?

Como vimos no tópico acima, o Pullback é um mecanismo que tem o principal objetivo de fazer com que os preços de um ativo financeiro retorne ao seu valor normal, quando este sofre uma súbita alteração que possa prejudicar o equilíbrio do mercado. É um movimento natural do mercado e inclusive necessário, para que sua dinâmica funcione de forma mais saudável e equilibrada, que os investidores consigam sustentar.

Uma forte característica do Pullback é o fato de ele ser temporal, ou seja, ele só acontece quando realmente necessário, quando os ativos apresentam esta mudança brusca no preço e é preciso que haja um movimento de recuo. Portanto, ele não indica que houve um erro ou que tudo está perdido, pois como já dissemos, o mercado funciona por ondas de tendência, logo cenários de mudanças são completamente naturais.

Caso queira entender mais sobre as ondas de tendência no mercado de investimentos, sugerimos a leitura da Teoria de Dow e Ondas de Elliot. Duas estratégias e formas de leitura do mercado que se complementam e são a base para quem quer entender os fundamentos dos movimentos do mercado.


Qual a diferença entre Pullback e movimento de reversão?

Até então já entendemos o que é o Pullback e qual sua principal finalidade, que é de corrigir os preços de um ativo diante uma alteração atípica e repentina. Mas, como já sabemos que o mercado também funciona numa dinâmica de ondas de tendências, como saber se estamos lidando com um Pullback ou com uma mudança verdadeira no curso da tendência?

É importante ter cautela para determinar se o que houve é um movimento de correção ou um movimento de reversão. A reversão é o momento em que o ativo rompe com a tendência que estava seguindo e começa imediatamente a seguir o caminho contrário.

Por exemplo, quando uma criptomoeda está em uma tendência de alta e passa por um movimento de reversão ela entra em uma tendência de baixa, alterando os preços de maneira que pareça um movimento de Pullback, causando essa confusão na mente dos traders.

Existem técnicas que ajudam bastante a identificar se o que se trata é uma reversão ou correção, para evitar possíveis erros. Quando o ativo está passando por uma reversão ele costuma dar alguns sinais diferentes, o primeiro deles é que sua mudança no preço acontece de forma mais gradual, e que dura mais tempo. Indica que o movimento foi natural, portanto se trata de uma reversão. As correções ocorrem de maneira mais brusca e momentânea.

Além disso, exatamente por conta desse comportamento mais profundo na mudança do curso, quando analisamos o gráfico podemos perceber alguns sinais que o ativo nos dá de que, em breve, ele poderá estar passando por uma reversão. 

Existem dois momentos importantes no ciclo de uma onda de tendência de um ativo que são a base para entendermos estes sinais, o suporte e a resistência.

De maneira resumida, o suporte acontece quando o ativo está em tendência de baixa e seu preço não consegue baixar mais do que até certo ponto. É o ponto exato em que os preços não conseguem cair, pois a procura por compras é forte o suficiente para “segurar” os preços do ativo ali. Ou seja, ele pode até tocar o seu fundo (menor preço do ativo), mas não o ultrapassa. Neste momento é comum que os investidores abram ordens de compra, já que o ativo está em preços mais baixos.

E a resistência ocorre quando o ativo está em tendência de alta, atingindo seus topos (maior preço do ativo), mas não encontra forças suficientes para superar essa faixa de preço. Ele permanece ali em sua zona de resistência, com preços mais altos, fazendo com que as ordens de venda sejam mais expressivas, pois os traders querem vender por um preço maior do que compraram.

Voltando ao movimento de reversão, quando o ativo está prestes a passar por isso ele se aproxima dos seus níveis de suporte e resistência, e pode indicar que está prestes a mudar seu curso de tendência e reverter. Pensa comigo, se o ativo está ali, circulando por sua zona de resistência, à preços altos, porém sem ultrapassar um ponto X, pode ser que ele esteja indicando que o mercado saturou deste preço, está tão caro que a força compradora não acredita ser interessante realizar a compra naquele momento. Por isso o ativo pode começar a diminuir gradativamente seus preços, indicando a reversão da tendência de alta para a baixa.

O mesmo ocorre no sentido contrário, se o ativo está em sua zona de suporte, já indicando que o preço não vai baixar mais do que certo ponto, os investidores começam a querer elevar os preços para poderem vender o que compraram. Sendo assim a tendência de baixa é revertida, os preços começam a subir e começa uma tendência de alta.

Com o Pullback, o movimento de correção, o que acontece é diferente. Se o ativo romper a resistência e o suporte, o próximo movimento dele pode indicar a correção.

Por exemplo, vamos supor que a Ethereum está em uma tendência de baixa, em sua zona de suporte com o fundo definido em R$8.000.

A partir de um momento a moeda rompe essa zona de suporte, seguindo em tendência de baixa, com o preço baixando mais ainda. Vamos supor que depois do rompimento o preço foi para R$6.000. Numa tentativa de voltar ao equilíbrio e movimento natural, o mercado põe o Pullback em ação e consegue trazer os preços um pouco para cima, numa tentativa de corrigi-lo, trazendo por exemplo R$7.000.

Ou seja, a moeda continuou seguindo sua tendência de baixa, porém o preço não está tão crítico assim. 

Da mesma forma pode acontecer com a resistência, quando ela é rompida, pode se tornar o novo ponto de suporte. Seguindo o mesmo exemplo da Ethereum, suponha que a moeda está em tendência de alta com o seu topo marcando R$10.000. Em certo momento a moeda rompe a resistência e dispara o preço em alta, que atinge R$13.000. Para corrigir, o mercado vem com o Pullback e traz os preços para R$12.000, por exemplo. Continua na tendência de alta, porém de maneira mais equilibrada.

Observe o gráfico abaixo de um exemplo de Pullback em rompimentos de suporte e resistência.

Long é a tendência de alta, o traço vermelho indica o ponto de resistência. Short é a tendência de baixa e o seu traço em vermelho indica ponto de suporte. Note que os ativos continuam em suas determinadas tendências, o Pullback veio somente para amenizar a intensidade da mesma.


Pullback no suporte e resistncia
(Imagem: Wikimedia Commons)

Há ainda a técnica das Ondas de Elliot, uma teoria que afirma que o comportamento do preço de um ativo no gráfico se move em ciclos completos, que por sua vez, são formados por ondas. Essas ondas são justamente o que apontam as tendências de mercado. Ralph Nelson Elliot, criador da teoria, identificou que esses movimentos seguiam padrões de repetição. Elliot categorizou os movimentos em dois aspectos, cinco ondas que indicam a principal tendência, classificadas de 1 a 5, e três ondas de correção, classificadas de A a C. 

Observe na imagem abaixo:

ondas-de-elliot
(Imagem: Elliot Brasil. Gráfico eSignal)


Portanto, essa é outra maneira de buscar identificar se o ativo está em correção ou reversão. 

Existem várias outras estratégias e mecanismos típicos de análise técnica que podem te auxiliar no momento de entender se está se tratando de uma reversão ou de uma correção. Sugerimos a leitura do nosso Guia Completo de Análise Técnica para Criptos e ações. Você também pode gostar de Stop Loss e Stop Gain, a ferramenta da Coinext que te ajuda a se prevenir dos movimentos súbitos do mercado.

Como analisar e utilizar o Pullback?

Para além de entender o que é o Pullback e saber identificá-lo, você também precisa saber como utilizá-lo da melhor maneira possível. 

Sabemos que a principal premissa dos traders é “comprar na baixa e vender na alta”, correto? Porém saber o que é alta e baixa pode ser um pouco abstrato e confuso, pois depende de vários fatores que devem ser analisados conjuntamente para determinarmos qual tendência o ativo está seguindo para termos um referencial de quando é o momento de entrar e quando é o momento de sair do mercado. O Pullback serve para orientar o trader sobre este momento tão importante.

Se você está operando seu ativo e identificou que os preços mudaram de curso, você precisa se preparar para adequar sua estratégia. 

Por exemplo, vamos supor que você investe em Bitcoin, o carro chefe das criptomoedas, e identificou que ele seguia uma tendência de alta nos últimos dias. Hoje, quando você foi realizar sua primeira operação reparou que o preço da moeda havia caído 15% desde ontem, e ligou o sinal de alerta para sua estratégia.

Se você já havia comprado, talvez seja melhor aguardar para ver se há confirmação de tendência de baixa ou se foi movimento de Pullback, antes de tomar qualquer decisão. Porém se você estava pensando em comprar, talvez essa correção seja o seu momento de aproveitar a baixa nos preços e garantir sua entrada no mercado, ou aguardar confirmação da tendência, para não apressar a entrada no mercado e tomar decisões por impulso.

Toda sua estratégia dependerá do quanto você está disposto a correr riscos, da saúde da sua reserva de emergência e dos seus objetivos para com os investimentos. Não existe uma estratégia ideal ou receita de bolo, todo e qualquer tipo de técnica que você aprende precisa ser adaptada à sua realidade e ao seu perfil de investidor. A melhor estratégia é sempre aquela que está alinhada a todos estes pontos que levantamos agora. 

E por fim, a melhor tática de um trader é estar preparado, e com isso quero dizer, ter entendimento de mercado. Mantenha-se atualizado sobre técnicas de análises e teorias, aqui na Coinext enfatizamos sempre a importância dos estudos alinhados com a prática. Confira nosso blog e setores de suporte e educação para ter um entendimento completo e aprofundado do mercado. E se você ainda não faz parte dessa revolução, crie sua conta a custo zero e coloque em prática seus conhecimentos!

Atenção: reforçamos que este artigo não é uma recomendação de investimentos ou qualquer tipo de estratégia de operação. Use-o apenas como base para entendimento dos conceitos e de suas aplicabilidades.

Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Novas moedas na Coinext.
Você até dia 4 de abril.
Serão 5 novas criptomoedas listadas a partir de abril e você pode escolher suas preferidas entre 8 opções.
Vote agora
Feedback