O que é uma Exchange de Criptomoedas

Você sabe o que é uma exchange? Qual a diferença entre uma exchange e uma corretora? Descubra aqui como escolher a melhor e como começar a investir.

Por
Equipe Coinext
15/7/2020
O que é uma Exchange de Criptomoedas

Uma exchange, ou corretora, é onde os investidores podem comprar e negociar diferentes ativos, como o Bitcoin, Ethereum, Cardano, Dogecoin e muitas outras.  Uma exchange também é a principal maneira de converter um ativo digital em outro, ou em moeda Fiat. Esse é um dos principais hubs para investidores e peça fundamental do segmento de criptomoedas. Mas você sabe como escolher uma exchange para realizar seus investimentos? O que torna uma exchange confiável, transparente e segura?

Confira os tópicos abaixo que você verá no artigo:

  • Como a exchange funciona?
  • Venda de criptomoedas
  • Trade de criptomoedas
  • Qual a diferença entre corretora de valores e exchange?
  • Como escolher uma exchange
  • Transparência
  • Liquidez
  • Segurança
  • O que é preciso para criar uma conta em uma exchange
  • Como começar?

Como uma exchange funciona?

Para escolher bem uma exchange para você começar a investir, é importante saber bem como ela funciona. 

Venda de criptomoedas

As corretoras, ou exchanges, são plataformas que disponibilizam diversos criptoativos para compra e venda, por parte de seus clientes. Caso o investidor já possua alguma cripto e queira apenas realizar a transferência para a corretora, para então, vendê-las, também é possível. 

O investidor não precisa necessariamente realizar a compra dentro da plataforma da corretora, podendo optar por transferir as criptomoedas de sua carteira, ou mesmo de outra corretora, e realizar apenas a venda da cripto. 

Vender seus criptoativos por meio de uma corretora, como a Coinext, garante que a operação ocorra na íntegra, com segurança e confiança. Ou seja, é garantido que você receberá o seu dinheiro, praticamente instantaneamente, ao vender suas criptomoedas pela Coinext. Ao contrário do que acontece com o modelo P2P, no qual toda a negociação ocorre por conta das partes envolvidas, e nada garante que você de fato receberá o dinheiro após realizar a venda. 

Trade de criptomoedas

O trade é o ato de comprar e vender qualquer tipo de ativo. Optar por fazer o trade por meio de uma corretora, implica em desfrutar de inúmeros benefícios, como a variedade de criptoativos, diversas opções de ordens, das mais simples às mais avançadas,  acompanhamento integral de todos os mais importantes indicadores, gráficos e informações necessárias para uma operação de sucesso. 

Além é claro de contar com uma plataforma 100% segura e intuitiva, na qual você consegue visualizar e entender com facilidade os campos das ordens e como realizá-las. Na Coinext você encontra criptomoedas, tokens, stablecoins, NFTs, além de um time de produtos empenhado em estar trazendo as melhores oportunidades de investimento e os criptoativos com maior liquidez e chances de valorização. 

Aqui, você também tem a opção de usar as ordens a mercado, limite, stop loss e stop gain, e outras opções de trade mais avançados. Também dentro da nossa plataforma, estão disponíveis Livro de Ofertas e detalhes sobre todas as suas operações, como depósitos, saques, ordens executadas e ordens em aberto, com a possibilidade de serem canceladas. 

Inclusive, notificamos você sobre qualquer movimentação na sua conta, toda vez que você fizer login, programar uma ordem, fazer um saque, depósito, executar a ordem, qualquer tipo de movimentação, você será notificado pelo email de cadastro em nossa plataforma. Dessa forma, você tem total controle sobre tudo o que acontece com sua conta e seu patrimônio.

Qual a diferença entre corretoras de valores e exchanges

A principal diferença entre uma exchange e uma corretora de valores está na regulamentação que rege as duas entidades. As corretoras de valores possuem regras e normas ditadas pelo Banco Central, elas possuem regras mais “engessadas”, justamente como um efeito da tentativa de aumentar a segurança. Essas regulamentações podem limitar quais ativos são oferecidos e até mesmo o horário que o mercado atua.

As corretoras de criptomoedas não são regulamentadas pelo BC da mesma forma, o que oferece mais versatilidade, além de poderem oferecer ativos digitais. Mas ainda assim há várias normas que as exchanges devem seguir, garantindo a segurança dos investidores e atuação de acordo com a lei.

Outra grande diferença fica por conta de como as corretoras de valores atuam de acordo com a B3, a antiga BOVESPA. A B3 é responsável por garantir a liquidez de valores no mercado tradicional e por isso também dita o preço de cada ação ou commodity.

Já no criptomercado, uma exchange possui seu próprio livro de ofertas. Isso quer dizer que o preço de certos ativos, que são determinados por oferta e demanda, podem variar de exchange para exchange, o que cria a possibilidade de operar com arbitragem entre diferentes empresas.

Em geral, as corretoras de criptomoedas possuem muito mais agilidade para fazer transações, além de funcionarem 24 horas por dia e 7 dias por semana, sem nenhuma pausa. Na contramão, corretoras de valores possuem um horário limitado para a atuação.

Uma particularidade do mercado tradicional é o uso do Circuit Breaker, um mecanismo para evitar grandes momentos de volatilidade. O recurso faz isso através de uma interrupção em todas as negociações em corretoras de valores. Durante a crise de 2020, o circuit breaker foi acionado em alguns momentos para controlar o mercado. As exchanges não possuem essa particularidade e, até mesmo momentos de volatilidade, são controlados pela oferta e demanda de clientes.

Como escolher uma exchange

Existem diferentes pontos que devem ser considerados na hora de escolher uma corretora de criptomoedas. Um dos pontos iniciais para determinar qual é a melhor corretora é a pesquisa. Você pode utilizar a internet para descobrir como é a reputação de corretora e até mesmo utilizar as redes socais para ver como é a relação da empresa com o cliente. O Reclame Aqui também é uma poderosa ferramenta de pesquisa para saber a seriedade de uma exchange.

Também é interessante consultar a opinião de influenciadores do criptomercado sobre o que eles acham de cada plataforma. De modo geral, é importante ficar de olho na Transparência, Liquidez e Segurança de uma corretora.

Transparência

A transparência é fundamental. É importante que haja acesso às informações sobre o livro de ofertas da corretora, sua liquidez e volume de negociação. Esses são aspectos fundamentais para determinar a “saúde” de um ecossistema de negociação e saber se vale a pena colocar o seu dinheiro lá.

Outro ponto fundamental é que a equipe por trás da exchange seja sempre pública. Quem criou a plataforma? Quem a mantém? Essas informações devem estar de fácil acesso para que o investidor saiba que está confiando em algo legítimo.

Por fim é preciso um suporte com comunicação clara e que atualizações e até mesmo problemas sejam relatados a todos os clientes em tempo real.

Liquidez

A Liquidez é a principal métrica para determinar o quanto uma exchange de criptomoedas está “saudável”. Ou seja, boa liquidez quer dizer há um grande número de usuários e de ordens sendo executadas na plataforma. Com um grande volume de negociações, a corretora pode oferecer mais facilidade para a compra e venda de criptomoedas, além de ter uma maior margem para a cotação dos ativos.  Uma liquidez alta também garante menor possibilidade de manipulação de preços por entidades com grandes valores. Confira nosso artigo completo sobre liquidez aqui.

Segurança

Por fim, mas não menos importante, temos a segurança. Ou seja, a corretora precisa ter todas as janelas e portas fechadas para evitar ataques com hackers. A segurança é um ponto fundamental para a escolha da melhor exchange para confiar seu dinheiro e seus ativos digitais.

Histórias como a Mt.Gox e Cryptopia mostram que uma falha de segurança pode ocasionar uma perda desastrosa de ativos e milhões de prejuízos para os clientes. Na contramão desses exemplos temos a Binance, que foi hackeada em 2019, mas acionou o seu fundo de proteção (SAFU) para recuperar o dinheiro e não prejudicar seus clientes.

Corretoras também precisam lidar com os dados de seus clientes, que também são parte importante. Exemplos de dados vazados aconteceram com a Atlas Quantum (antes dos problemas regulatórios) e até mesmo com a gigante internacional BitMex.

O que preciso para criar uma conta em uma exchange

Criar a sua conta em uma exchange é muito simples. Na Coinext tudo o que você precisa é de um CPF válido e alguns dados pessoais para criar seu login e senha. A partir disso você já pode começar a negociar com algumas das taxas mais baixas do mercado.

Com a Coinext criar a sua conta em uma corretora e começar a investir em Bitcoin é fácil, prático e seguro

Como começar?

A Coinext oferece todos os fatores necessários para se destacar como uma das melhores escolhas para todos os investidores. E se você está pensando em começar com o pé direito, também contamos com um material educacional completo para iniciantes.

Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback