NFT: O que é, entenda a mudança na arte digital

Conheça o fenômeno NFT, a tecnologia que está mudando o mundo da arte digital e que pode se tornar tendência e uma nova forma de se fazer negócios.

Por
Equipe Coinext
15/4/2021
 NFT: O que é, entenda a mudança na arte digital

O que é um NFT? Entenda os colecionáveis em blockchain

O Bitcoin conseguiu replicar pela primeira vez na história uma propriedade extremamente rara no mundo real e que, quando alcançada, pode dar muito valor a um determinado ativo ou bem, a escassez. Agora, um inteiro mercado de colecionáveis começa a movimentar bilhões de dólares, entenda de uma vez por todas a febre dos NFTs.

Através da blockchain, que consiste em uma série de tecnologias compiladas por Satoshi Nakamoto, o suposto criador do Bitcoin, a criptomoeda evita o problema do gasto duplo e consegue recriar a escassez no mundo digital. 

Mas afinal o que são os Tokens Não Fungíveis (NFTs)? E por que as pessoas estão pagando literalmente milhões de dólares por artes digitais?

Fungível e não fungível

Este pode ser um conceito econômico um pouco abstrato de ser compreendido. Um bem fungível trata-se de uma posse que pode ser substituída por um mesmo objeto de igual qualidade na mesma quantidade.

Essencialmente, o bem mais fungível do mercado é a moeda. Imagine que alguém possua uma dívida com você de R$100, quando você for realizar o pagamento, não importa qual nota você utilizará para pagar, mesmo se você usar duas notas R$50 não haverá problemas, pois o valor do dinheiro será o mesmo.

Outros bens, como grãos, metais e até alimentos também podem possuir algum grau de fungibilidade.

Leia mais: Fungibilidade: Qual o impacto nas criptomoedas?

Um bem não fungível trata-se de um ativo, objeto ou posse cujo valor não pode ser substituído por item de mesma natureza, qualidade ou quantidade. Por exemplo, obras de arte e bens com valor sentimental, são considerados bens altamente não fungíveis. 

Caso alguém destrua algum desses objetos, é impossível substituí-los por ativos de mesmo valor subjetivo para todos os indivíduos em igual quantidade, pois eles são únicos. Afinal, como substituir uma obra de arte pintada por um artista que já morreu?

O que são tokens?

Tokens podem ser definidos como a representação de uma propriedade, estado, permissão ou posse. Com o desenvolvimento da tecnologia blockchain, os tokens passaram a significar os próprios criptoativos digitais e sua posse nas redes descentralizadas. Ou seja, quando falamos em tokens de Bitcoin, Chainlink, Stellar, EOS ou qualquer outra criptomoeda, estamos nos referindo às unidades da moeda.

Essencialmente, qualquer um pode utilizar redes blockchain, como Ethereum, Chainlink ou Stellar para criar tokens limitados que podem representar ações de empresas, títulos de posse, permissões em sites, acesso a serviços e mais o que a sua criatividade conseguir imaginar.

Como funciona o NFT?

O modo de funcionamento dos NFTs não difere muito dos demais ativos negociados em blockchain, com claro a diferença da fungibilidade. Através de redes descentralizadas, que impedem a duplicação dos ativos, as blockchains fornecem as bases para esse mercado.

Leia mais: Como funciona a blockchain

Mas o conceito mais fantástico por trás dessa tecnologia talvez seja as propriedades da escassez em um mercado de valor completamente subjetivo. Vamos compreender esse conceito mais de perto.

NFT, uma nova forma de se fazer negócios

Para entender o valor subjetivo criado pela escassez, vamos pegar o exemplo de ouro e das obras de arte. O metal amarelo, até cerca de 200 anos atrás, antes da descoberta da energia elétrica, praticamente não possuía ‘valor intrínseco’ para consumo ou produção de bens consumíveis.

O metal nunca foi bom para se fazer armas, escudos ou proteções por conta do seu alto peso e maleabilidade. Praticamente, o único caso de uso para o metal era a produção de joias e, claro, sua utilização como moeda e reserva de valor.

Mesmo não possuindo utilidade prática, por conta das suas propriedades físico-químicas únicas em toda tabela periódica, o ouro se tornou símbolo de riqueza em diversas culturas e épocas ao redor do mundo. Esse é o poder da escassez presente no metal, recriada pelo Bitcoin.

Por sua vez, a fungibilidade é outra propriedade capaz de gerar muito valor para um objeto. Uma obra de arte bem feita pode possuir muito valor, mas se ela tiver sido pintada por Leonardo Da Vinci, certamente ela valerá muito mais. Um carro pode ter bastante valor, mas se ele foi dirigido por Ayrton Senna, certamente ele também valerá muito mais, sendo um item praticamente insubstituível, cujo valor subjetivo pode variar muito de indivíduo para indivíduo. 

Este é o mercado de NFTs, ítens, normalmente obras de arte, cards, colecionáveis, que são escassos por conta da blockchain, e cujos preços são definidos em um livre mercado. Vamos ver alguns desses ítens que estão sendo vendidos por verdadeiras fortunas.

Nossa parceira Mercurius Cripto criou um vídeo para explicar o que são os NFT's, acompanhe:

A arte do Beeple


Apenas alguns meses após vender sua arte digital por cerca de US$100, a obra do artista Mike Winkelmann, também conhecido como Beeple, foi leiloada por impressionantes US$69 milhões, aproximadamente R$389 milhões, na cotação atual.  


cripto-arte
(Arte Beeple)

NBA

A liga profissional de basquete dos Estados Unidos também entrou na onda, não somente com cards dos momentos mais marcantes dos jogos, mas também com vídeos. As vendas da NBA movimentaram mais de US$200 milhões até o momento.


NFT-do-NBA



Uma foto do LeBron James foi negociada por US$200 mil dólares, aproximadamente R$1.120 milhões.

Ficou curioso e deseja saber mais sobre esse mercado multi-bilionário? Quem sabe criar suas próprias artes e vender por aí? Plataformas como a OpenSea, SuperRare e Mintable, podem te ajudar a se aprofundar nesse mercado. Além disso, nosso parceiro Mercurius Cripto já soltaram dois reports completos sobre o funcionamento e os impactos do mercado de NFTs. Confira aqui O futuro do Mercado Cripto: DeFi e NFT no report de Fevereiro e o report de Março, uma continuação da análise dos NFTs.


Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback