Como guardar criptomoedas com segurança

Neste conteúdo, você vai aprender como guardar criptomoedas com segurança, bem como as diferenças entre as principais formas para armazenar a criptomoeda.

Equipe Coinext
Última atualização:
8/1/2024
Corretora

O Bitcoin (BTC) surgiu em 2009 como a primeira rede monetária descentralizada, capaz de fornecer uma moeda soberana e inconfiscável. No entanto, para obter soberania sobre as moedas, é necessário realizar o procedimento de auto custódia, em que o poupador é responsável por gerenciar a posse de suas moedas.

O Bitcoin, a principal criptomoeda do mercado, se tornou o melhor ativo financeiro da última década, com o seu preço saindo de praticamente zero para dezenas de milhares de dólares. Este cenário de valorização exponencial evidenciou a necessidade de realizar uma custódia bem-feita das moedas, para evitar a perda e roubo dos fundos.

Neste conteúdo, você vai aprender como guardar criptomoedas com segurança, bem como as diferenças entre as principais formas para armazenar a criptomoeda.

Como guardar criptomoedas?

As principais criptomoedas do mercado, como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), e Bitcoin Cash (BCH), possuem métodos de armazenamento muito semelhantes. Guardar criptomoedas é, na verdade, o ato de gerar e guardar as chaves privadas e senhas que dão ao detentor o direito de movimentá-las para outro endereço na blockchain.

Inicialmente, é necessário decidir como a chave privada será gerada. Curiosamente, é possível até mesmo gerar chaves privadas de Bitcoin utilizando apenas papel, caneta e uma moeda para jogar cara ou coroa.

No entanto, este não é o procedimento mais indicado para usuários comuns, que devem gerar os seus endereços através de carteiras criadas para este fim. Uma vez criado, um endereço de Bitcoin possuirá uma (ou várias) chaves privadas e uma chave pública.

Após isso, é necessário decidir como a chave privada, que é a informação sensível para ter acesso aos fundos, será armazenada. Um procedimento de segurança muito comum é guardar a chave privada offline, normalmente anotando-a fisicamente como um tipo de backup para recuperar os fundos. Para valores altos, pode ser prudente anotar a chave privada em aço inoxidável ou material igualmente resistente para evitar eventuais perdas."

Carteira de papel de Bitcoin. Fonte: BitAdress.

Por sua vez, a chave pública é a informação que é fornecida pelo investidor para que ele possa receber fundos de outros endereços.

O que é uma carteira de criptomoedas?

Uma carteira de criptomoedas é um software, que pode ou não ser acompanhado por um hardware especializado, e que pretende:

  • Gerar endereços de criptomoedas;
  • Monitorar o saldo de endereços;
  • Realizar transações.

No entanto, as carteiras também podem ser integradas a outros serviços, como permitir a negociação de criptomoedas direto da plataforma ou o uso de mixers, que aumentam o anonimato em redes blockchain transparentes.

Existem no mercado dezenas de opções de carteiras de criptomoedas confiáveis, que são destinadas a:

  • Dispositivos móveis;
  • Computadores pessoais;
  • Carteiras de hardware;
  • Carteiras de papel.

Confira abaixo quais são as principais características das carteiras de criptomoedas.

Quais os tipos de carteira de criptomoedas?

A forma mais indicada para guardar criptomoedas dependerá de alguns fatores, por exemplo, o valor que será armazenado. Naturalmente, armazenar valores altos pode exigir um cuidado extra, como armazenar as moedas em dispositivos não conectados à internet. 

Ao passo que endereços com baixo saldo destinados a pagamentos diários podem ser armazenados em dispositivos quentes, como carteiras convencionais para celular ou desktop. 

Confira abaixo os principais tipos de carteiras de criptomoedas.

Hot Wallet

As carteiras quentes são softwares para criação de endereços e transações utilizados em dispositivos que possuem conexão com a internet. Por conta deste fator, não é recomendado armazenar grandes quantidades de criptomoedas nestes dispositivos, que estão suscetíveis à invasão de hackers.

Os principais tipos de hot wallets para guardar criptomoedas com segurança, são: 

Mobile

As carteiras mobile são softwares destinados ao uso em celulares móveis. É possível baixar uma série de carteiras confiáveis nas principais lojas de aplicativos, como Play Store.

Existem diversas opções, que atendem a diferentes necessidades do utilizador. Entre algumas carteiras mobile mais populares estão Blue Wallet (Bitcoin), Green Wallet (Bitcoin) e Metamask (Ethereum). Notavelmente, é necessário escolher uma carteira que forneça suporte para a criptomoeda que será armazenada.

Desktop

Existem diversas opções de carteira de criptomoedas para computadores pessoais disponíveis para download. Entre algumas das opções mais populares estão Electrum (Bitcoin), Electrum Cash (Bitcoin Cash) e Exodus (várias criptomoedas).

É importante destacar que tanto celulares, quanto computadores pessoais podem ser utilizados como carteiras frias, desde que o utilizador faça o devido preparo para nunca mais conectá-los à internet. No entanto, é necessário algum conhecimento técnico para realizar os procedimentos de segurança.

Web

As carteiras web são extensões instaladas em navegadores, e que permitem o armazenamento de criptomoedas. Normalmente, estas carteiras são criadas para que os usuários possam interagir com aplicações Web3, como aplicações descentralizadas (Dapps).

Entre as opções mais comuns presentes no mercado, estão: Metamask e Freewallet. Por estarem diretamente conectadas à internet, não é recomendado armazenar grandes quantidades de fundos nestas carteiras.

Cold Wallet

Conforme destacado, é possível gerar endereços de Bitcoin e criptomoedas de forma offline, sem a necessidade de conexão à internet. Estas carteiras são ideais para o armazenamento de longo prazo, visto o seu alto nível de segurança.

Existem algumas boas opções de carteiras frias para que você guarde criptomoedas com segurança. As principais, são:

Hardware Wallet

Uma carteira de hardware é um dispositivo físico destinado ao armazenamento de criptomoedas. É possível construir sua própria carteira de hardware, usando um celular, pendrive ou dispositivo semelhante, desde que o utilizador possua conhecimento sobre os procedimentos de segurança.

No entanto, existem empresas especializadas na construção de carteiras de hardware. Esses dispositivos costumam ter tecnologia air gapped, que permite assinar transações de forma offline. Após isso, a transação é propagada para a blockchain de forma separada, sem conectar a chave privada a nenhum dispositivo ligado à internet. Entre alguns dos dispositivos mais comuns estão:

  • Coldcard;
  • Trezor;
  • Ledger. 

Paper Wallet

Uma carteira de papel, como exemplifica o nome, é um endereço que está armazenado em um pedaço de papel de forma offline. Um procedimento de segurança para carteiras de papel é possuir uma cópia da chave, ou mesmo anotá-la em algum material mais resistente, como aço.

Um site muito utilizado para gerar carteiras de papel de Bitcoin é o BitAddress. No entanto, para que uma carteira de papel seja de fato fria, é necessário que a chave nunca possua contato com a internet. Portanto, é necessário que a criação da chave e o seu armazenamento sejam offline. O BitAddress, por exemplo, permite o download da página web, de modo que seja possível gerar endereços offline.

Uma vez que a carteira de papel é importada para uma carteira quente para realizar transações, ela deixa de ser um método de armazenamento frio.

Metal Wallet

Como o nome indica, uma carteira de metal consiste em armazenar a chave privada em um pedaço de metal. A criação da chave que será armazenada fica a critério do utilizador. No entanto, para que seja uma carteira fria, é necessário que o endereço seja gerado em um dispositivo não conectado à internet.

Carteira de metal. Fonte: Stackbit.

Qual a diferença entre uma wallet e uma exchange?

Uma exchange é uma instituição criada para facilitar as negociações entre vendedores e compradores. Por meio da Coinext, é possível obter exposição ao mercado de criptomoedas de forma simples, através de uma empresa regulada.

As exchanges podem ser confundidas com carteiras, pois elas também costumam permitir que os clientes mantenham as criptomoedas na plataforma. Entretanto, o cliente está terceirizando a sua custódia a uma empresa de confiança, semelhante a um banco. Terceirizar a custódia possui vantagens e desvantagens, e esta decisão deve ser tomada de forma individual pelo investidor. 

Já as carteiras de criptomoedas não possuem nenhuma responsabilidade sobre as criptomoedas, visto que o utilizador está assumindo a custódia dos fundos. 

Wallet ou Exchange: qual a melhor?

Conforme destacado, existem vantagens e desvantagens em manter criptomoedas em exchanges e carteiras próprias. Muitos investidores optam por manter parte dos fundos em custódia e parte com terceiros, de modo a evitar a perda total dos fundos em caso de algum sinistro.

No armazenamento em carteiras, o usuário está assumindo a responsabilidade, bem como a soberania e o risco de possuir as próprias chaves. Já no armazenamento em exchanges, o investidor está confiando que a empresa possui as melhores práticas de custódia e que a instituição será honesta ao longo do tempo, para honrar com suas obrigações financeiras.

Pronto para assumir o controle total de suas criptomoedas? Abra sua conta na Coinext hoje mesmo! 

Agora que já sabe como guardar criptomoedas com segurança, conte com a Coinext para te auxiliar na custódia dos seus ativos. 

Somos uma exchange brasileira que está há 5 anos no mercado, oferecendo uma plataforma em conformidade com os principais parâmetros de cibersegurança.

Abra sua conta grátis e comece a investir agora mesmo!

Criptos com máxima segurança
Comece a investir agora em apenas 5 minutos.
Abra sua conta e compre seu primeiro Bitcoin em 5 minutos. A partir de R$10.
coinext app storecoinext play store
coinext app storecoinext play store
4,7
100 mil+ downloads
Tags deste artigo
Autor
Equipe Coinext
Conteúdos preparados por especialistas em criptomoedas. A equipe da Coinext conta com nomes importantes e com conhecimento para passar as melhores informações sobre Bitcoin e outros principais criptoativos.
Mais nesta categoria