Como escolher o melhor momento para investir em Bitcoin

Quer começar a investir em Bitcoin e outras criptomoedas? Entenda neste artigo o que considerar para investir no momento certo e por um bom preço.

Por
José Artur Ribeiro
Jan 29, 2020

A importância dos 10 melhores dias

Em 2019, quem ficou comprado durante 355 dias, mas perdeu os 10 dias de maior alta do ano, amargou uma queda de 34%. Tom Lee, gestor da Fundstrat, foi quem adaptou este conceito do mercado tradicional para o Bitcoin: a importância de participar dos 10 dias de maior alta no ano.

Performance do Bitcoin de 2013 a 2019
Valores em dólar | Fonte: Coinext & Fundstrat


Como determinar os melhores dias para investir?

Infelizmente não há indicadores ou metodologias comprovadas para detectar os melhores dias ou semanas para se posicionar num ativo, especialmente por se tratar de criptomoedas, cuja volatilidade é muito maior do que mercados tradicionais.

O conceito de volatilidade é importante, pois embora sinalize uma variação mais brusca de resultados, é através do risco que torna-se possível os excelentes resultados alcançados nos últimos anos.

O vasto potencial de penetração do Bitcoin e o contínuo desenvolvimento de projetos visando escalabilidade e soluções de pagamento mais eficientes e seguras através do blockchain é que dita o potencial de alta.

Existe algum padrão?

No histórico do Bitcoin, desde maio de 2013, é possível notar que há uma prevalência de retornos negativos nos meses de janeiro, março e setembro. O mesmo padrão repetiu-se quando analisamos somente os últimos três anos de negociação.

Não é possível apontar os motivos para tal ocorrência, especialmente quando levamos em conta que o calendário de férias varia muito entre América do Norte, Europa e Ásia.

Uma evidência concreta de que estes padrões nem sempre se repetem foi a queda de 5% em dezembro de 2019, além do mês atual, que acumula alta de 30% até 28 de janeiro.

Performance do Bitcoin em meses do ano

Performance do Bitcoin em US$

Como evitar ficar de fora?

Só há uma solução: manter a posição durante o ano, idealmente fazendo aportes regulares de forma mensal. Mesmo traders experientes devem manter uma carteira de longo prazo em criptomoedas, dado o excelente histórico de desempenho nos últimos anos.

Veja bem, nada impede você continuar fazendo trades de curto e médio prazo, conforme evolução do cenário ou indicadores técnicos. No entanto, o gráfico acima evidencia que ficar de fora deste mercado nos 10 dias de maior alta provavelmente irá resultar numa performance negativa.

Como separar estes investimentos?

A maneira mais saudável e prática é manter na exchange somente a quantia que você costuma movimentar mensalmente ou fazer giro, enquanto a parte que pretende guardar por um prazo mais longo deve ser armazenada preferencialmente numa carteira fria (cold wallet).

A Coinext Educação disponibiliza gratuitamente os conteúdos mais importantes sobre criptomoedas, onde é possível aprender quais os tipos de carteiras para se armazenar criptomoedas, para que servem e suas principais diferenças.

Dicas importantes para negociação

Independente do seu prazo de investimento é importante aprender as diferenças entre os diferentes tipos de envio de ordens: à mercado (market), limitada (limit) e gatilho (stop).  A Coinext, por exemplo, dispõe dos mecanismos mais avançados de execução incluindo gatilho variável (trailing stop) e ordem reservada (iceberg).

Pesquise antes de investir, de forma a escolher uma exchange com solidez e boa reputação. Se você acredita no potencial deste mercado, não deixe de fazer aportes regulares, independente do tamanho, evitando assim ficar de fora dessa onda.

Mais nesta categoria
Ver todos >
Feedback