Bitcoin e Dogecoin: entenda qual escolher

Bitcoin e Dogecoin são criptomoedas famosas, mas o que você conhece sobre as suas diferenças? Entenda melhor e aproveite para saber como investir.

Equipe Coinext
14/4/2022
Bitcoin e Dogecoin: entenda qual escolher
Compre as principais criptomoedas com segurança.
Abra sua conta grátis. Faça um Pix. Comece em instantes.
Começar

Como criptomoedas da mesma geração, o Bitcoin e a Dogecoin têm diferenças cruciais em sua estrutura e funcionamento, que fazem com que os investidores optem, normalmente, por uma ou outra, justamente pelas oposições.

O que você conhece sobre essa relação? Será que é possível colocarmos essas duas criptomoedas na mesma prateleira do mercado? Veja esse conteúdo até o final e entenda a relação entre BTC e DOGE.

O que você vê nesse conteúdo sobre Bitcoin e Dogecoin:

  • Qual a relação entre Bitcoin e Dogecoin? 
  • Quais as diferenças entre Bitcoin e Dogecoin?
  • Capitalização de Mercado
  • Oferta e escassez
  • Velocidade na transação
  • Estrutura
  • Em qual investir?
  • O que vale mais a pena ao investir em Bitcoin e Dogecoin?
  • Onde comprar Bitcoin e Dogecoin?

Qual a relação entre Bitcoin e Dogecoin? 

O Bitcoin foi a primeira criptomoeda a ser desenvolvida com êxito, em busca do objetivo da substituição de cédulas monetárias e de mais seguranças nas movimentações financeiras.

Por outro lado, a Dogecoin é uma “meme coin”, ou seja, uma criptomoeda bem desenvolvida, mas que não tem o mesmo objetivo de se tornar referência, ou mesmo a principal criptomoeda do mercado. As “meme coins” são criptos muitas vezes criadas sem um whitepaper - ao contrário do Bitcoin - e sem um planejamento prático, diferentemente de altcoins, como Ethereum e Solana.

As principais características opostas do Bitcoin e da Dogecoin se encontram nas questões de inflação e velocidade de transações. 

O BTC é um ativo deflacionário, significando que a moeda tem um limite de unidades desenvolvidas: 21 milhões. Isso faz com que, conforme a demanda aumente, o valor do ativo aumente também, uma vez que a oferta é limitada. 

A Dogecoin, em contrapartida, é inflacionária. Sua moeda não tem quantidade limite, e a cada minuto, dez mil novas unidades de DOGE são lançadas. Então, mesmo que a demanda aumente, se a oferta também for maior, a tendência é que o valor do ativo não suba muito.

Quando a questão é a velocidade de transação, a Dogecoin tem vantagem em seu mecanismo, que permite que sejam mais rápidas, enquanto o Bitcoin pode muitas vezes operar com problema de escalabilidade. Esse fenômeno acontece quando há muitas ordens de movimentação simultâneas, e assim as operações ficam mais caras e mais lentas para suprir os pedidos. 

Embora sejam criptos da mesma geração, a relação das duas é inversamente proporcional: enquanto o Bitcoin oferece uma critpomoeda deflacionária, mas ainda com problemas de escalabilidade, a Dogecoin oferece uma moeda inflacionária e um ativo com transação rápida e barata.

Entendeu todos os detalhes? Abaixo você confere um vídeo em que explicamos as vantagens de investir em Bitcoin. Confira:

Invista nos principais tokens do mercado. Abra sua conta na Coinext.

Quais as diferenças entre Bitcoin e Dogecoin?

Além dos pontos que levantamos no tópico acima, algumas outras questões importantes costumam pautar as discussões sobre diferenças entre as duas criptomoedas.

Capitalização de Mercado

O Bitcoin é a criptomoeda mais negociada e de maior valor no mundo, o que significa que o valor de capitalização de mercado é o mais alto, ultrapassando 3 trilhões de reais

Já a Dogecoin, por ser uma meme coin, tem um valor até mesmo expressivo de capitalização, ultrapassando os 87 milhões de reais.  

Oferta e escassez

Como mencionado anteriormente, a oferta de moeda do Bitcoin e da Dogecoin são opostas. O Bitcoin tem uma proposta deflacionária, o que quer dizer que a moeda tende a ganhar valor com o passar do tempo.

Isso acontece porque a quantia de criptomoedas Bitcoin é limitada e, por mais que aumente o número de interessados em negociar a moeda, sua quantidade vai ser sempre de 21 milhões. Então, seu valor tende a subir, já que a oferta diminui enquanto a demanda aumenta. 

A Dogecoin, em compensação, não oferece risco de escassez, o que torna a moeda inflacionário. Por não ter limite de produção, com a demanda subindo ou diminuindo, a oferta vai continuar aumentando de maneira constante: a cada minuto, 10 mil Dogecoins são lançadas. 

Ser inflacionário significa que o valor da moeda pode diminuir conforme a oferta cresce, mas alguns especialistas deixam claro que a taxa de inflação da Dogecoin é insignificante. 

Invista nos principais tokens do mercado. Abra sua conta na Coinext.

Velocidade na transação

O problema de escalabilidade do Bitcoin é frequentemente citado quando se fala sobre as desvantagens da moeda: quanto mais ordens de transações, mais lentas ficam as operações dentro do sistema Blockchain do Bitcoin. 

A Dogecoin oferece o oposto, como citado acima: suas transações têm um menor custo e levam menos tempo para serem realizadas.  

Estrutura

A mineração dos dois criptos funciona de maneira diferente: O Bitcoin usa o Proof of Work. A Dogecoin, por sua vez, utiliza o Scrypt, e esse processo também pode ser realizado pelo processador do computador.

Em relação à escassez das moedas, o Bitcoin tem em sua estrutura o processo de Halving, de acordo com o qual o lançamento de moedas é reduzido pela metade, e que atualmente acontece a cada quatro anos. 

A meme coin Doge não passa pelo Halving. Ao contrário disso, tem 10 mil unidades lançadas a cada minuto.

Invista nos principais tokens do mercado. Abra sua conta na Coinext.

Investir em Bitcoin e Dogecoin: qual vale mais a pena?

Na hora de investir nessas duas criptomoedas de diferentes propósitos, vale considerar os aspectos que abrangem os diferentes contextos que trazem lucro aos usuários de criptoativos. 

Embora ambas tenham a oscilação e volatilidade já esperada dos criptoativos, as moedas não serão consideradas vantajosas pelo mesmo motivo, já que são distintas em aspectos fundamentais.

Como mencionado na estrutura, a Dogecoin não passa pelo Halving, que é o processo de limitação de quantia de lançamento de criptomoeda pelo qual passa o Bitcoin. Sendo assim, o BTC tem sua produção limitada e a escassez embutida, já que a cada halving seu preço é valorizado, visto que o lançamento de moedas cai pela metade a cada evento. Esse fator confere uma diferença crucial entre as duas criptos.

Além disso, criptomoedas são imprevisíveis e acompanham eventos sociopolíticos, ainda que não sejam exclusivamente determinadas por isso. Dessa forma, um período do Bitcoin em que a valorização já é esperada e as chances de ser vantajoso investir no ativo aumentam é justamente no período do Halving. 

Em contrapartida, a Dogecoin, que não passa pelo Halving, pode ser valorizada de uma maneira ainda mais imprevisível. O seu grande “boom”, inclusive, aconteceu quando o empresário Elon Musk mencionou algumas vezes o ativo em seu perfil do Twitter. 

Isso é uma característica das “meme coins”: sua imprevisibilidade e volatilidade são ainda maiores do que as altcoins. O que acaba determinando seu valor são coisas abstratas, como comentários de celebridades, experts do ramo de criptomoedas, alguma imagem ou meme relacionado ao criptoativo que viraliza na internet. Hoje, existem até anúncios em aplicativos que incentivam o investimento nas meme coins, como a Doge.

Então, ao investir na Dogecoin, por exemplo, é importante ter em mente que não existe nenhum fator que garanta a vantagem do lucro ao realizar o investimento, e a frase que representa o cenário de compra dessa moeda é “investimento de alto risco, com possibilidade de alto retorno”.  

Quer saber mais sobre o investimento em Dogecoin? Veja o vídeo abaixo:

Onde comprar Bitcoin e Dogecoin?

As duas criptomoedas estão disponíveis para negociação aqui na Coinext, onde você encontra uma equipe especializada e preparada para lhe orientar a respeito dos melhores investimentos. 

Exchanges como a Coinext mantêm o catálogo de criptos atualizados, garantindo que moedas como o Bitcoin e a Dogecoin, que são fenômenos no setor de criptoativos, já estejam disponíveis desde o começo do crescimento do mercado cripto aqui no Brasil.

Também é possível comprar as moedas de maneira autônoma em sites de negociação individual, mas, nessa modalidade, a segurança dos usuários não pode ser garantida, assim como o retorno após o pagamento também não. 

Além de ser garantida a segurança do usuário através das negociações feitas por uma corretora como a Coinext, nós ainda oferecemos aos investidores materiais para aprendizado e abrangência de conhecimento no mundo de negociações digitais. Portanto, abra sua conta e comece agora a investir em Bitcoin e Dogecoin com segurança e mais confiança.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Compre Bitcoin e outras moedas com segurança.
Abra sua conta grátis. Faça um Pix. Compre em instantes.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo toda semana
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo comunicações no meu e-mail
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback