As atualizações mais importantes de criptos: Report da Mercurius de abril

Confira as principais notícias do mercado de criptomoedas, os destaques do mês e muito mais no relatório de abril da Mercurius Crypto. Aproveite!

Por
Mercurius Crypto
12/5/2021
As atualizações mais importantes de criptos: Report da Mercurius de abril

No report deste mês (01/04/2021 a 30/04/2021)

Por dentro do mercado

  • Notícias do Mercado
  • Dica e destaque do mês

O próximo mainstream

  • Aplicações descentralizadas
  • O ecossistema da Ethereum

Atualização

  • Atualização da Chainlink
  • Atualização da Uniswap
  • Atualização da Maker DAO
  • Atualização da AAVE

Efeito Rede

  • The Merge
  • Investidores institucionais

Confira o report completo por aqui!

Por dentro do mercado

Imóveis em Blockchain - A nova atualização da Maker DAO

Uma das principais plataformas de lending do mercado de criptomoedas, a Maker DAO, responsável pela emissão dos DAI, stablecoin lastreada em criptoativos, acaba de realizar uma atualização que permite a criação de cripto doláres lastreados em imóveis. Esse novo formato de garantia foi possível através do registro de ativos imobiliários por meio de NFTs (tokens não fungíveis).

Chainlink 2.0 - O novo formato de oráculos

A maior rede de oráculos descentralizados do mercado de criptomoedas, a Chainlink, anunciou nesse mês a criação da Chainlink 2.0. Estamos falando de uma versão atualizada da sua rede com foco em escalabilidade e segurança para os seus usuários.

Dica do mês

Os Melhores perfis no Twitter sobre Cripto

Muitas pessoas se perguntam quais são as melhores fontes para se manter atualizado em tempo real sobre o mercado de criptomoedas. Assim como no report passado (quando a Mercurius indicou algumas newsletters que acreditam que sejam fundamentais para você saber tudo sobre esse mercado), nessa edição do report mensal a Mercurius indica o perfil de cinco analistas de cripto excelentes no twitter.

Confira os perfis abaixo e esteja a par dos principais acontecimentos do mercado cripto em tempo real:

  • Ryan Sean
  • Hasu
  • Hayden Adams
  • Orlando in Crypto (esse é da Mercurius)
  • Gabriel Bearlz (esse também é da Mercurius)

Destaque do mês

Na semana passada foi anunciado um whitepaper de 136 páginas descrevendo como será a atualização da maior rede de oráculos descentralizados da atualidade.

Para entender quais serão as principais mudanças que a rede LINK irá sofrer, é fundamental relembrar a sua importância. A Chainlink possui um papel fundamental na parte de infraestrutura do mercado DeFi, interligando dados offchain com o ecossistema de diversas blockchains, o que permite a existência de modelos de negócio, como tokens sintéticos e lending.

Inclusive, algumas das maiores aplicações do mercado de finanças descentralizadas utilizam esse recurso, como a SNX, AAVE e CRV. E agora, com essa nova atualização, essa rede promete se tornar ainda mais segura, escalável e privada.

Dessa forma, sua atualização foi baseada em três pilares principais:

1- Escalabilidade através de um modelo de report off-chain

2- Segurança, por meio de um modelo de staking quadrático

3- Privacidade, por meio da integração do DECO e do Town Crier

Atualizações do mercado

Chainlink

Neste mês ocorreu o anúncio da Chainlink 2.0 por um paper de mais de 136 páginas, que mostrava como a maior rede de oráculos da atualidade iria se tornar mais segura, descentralizada, e respeitaria a privacidade dos seus usuários.

Dentre as principais atualizações propostas, estavam o modelo de OCR (que reduz em até 90% o custo operacional dos oráculos), e o modelo de staking quadrático(que aumenta de forma exponencial a segurança da rede à medida que ela cresce).

Essa atualização é considerada uma das mais importantes na história das criptomoedas, devido ao potencial aumento de escalabilidade dos mais de 45 mil contratos inteligentes que interagem com o protocolo da Chainlink.

chainlink-moeda
Contratos Inteligentes da Chainlink. (Imagem: Report da Mercurius)

Uniswap

Não será apenas a maior rede de oráculos descentralizados que passará por uma atualização significativa. A maior DEX da rede da ETH também irá se reformar. A Uniswap já foi responsável por transacionar mais de 220 bilhões de dólares em criptoativos, e atualmente está integrada com mais de 200 aplicações da ETH.

No mês passado a UNI anunciou a criação da sua versão 3.0. Essa atualização inclui políticas para reduzir de forma significativa os custos de utilização da UNI, através de uma solução de segunda camada, além de introduzir um novo modelo da AMM(recurso utilizado para promover liquidez para a plataforma), que promete aumentar em até 6 vezes a receita gerada pela Uniswap sem afetar o usuário final.

Essa atualização possui um grande potencial para afetar todo o mercado DeFi, visto que a plataforma é o principal meio de entrada dos investidores de criptomoedas nesse segmento, e um dos grandes fatores que dificultava a sua adoção pelos investidores varejo estava atrelado ao seu alto custo de operação, por conta das taxas da rede da ETH.

Uniswap-moeda
(Imagem: Report da Mercurius)

AAVE

No segmento de lending (empréstimos através de criptomoedas), ocorreram duas grandes atualizações neste primeiro trimestre: o desenvolvimento de um modelo de AMM por parte da Aave, e o desenvolvimento de empréstimos imobiliários por meio da MakerDAO.

O primeiro consiste em uma nova versão da Aave, que permite que seus usuários sejam provedores de liquidez de plataformas como a Curve e a Uniswap. Dessa forma, essa atualização impacta de forma positiva as DEXES, que passam a possuir uma maior liquidez e suportar mais usuários. Os usuários da Aave, por sua vez, ganham uma remuneração significativa por esses empréstimos.

Esse novo modelo, em que o usuário se torna provedor de liquidez, pode apresentar um crescimento ainda maior, visto que, como foi comentado anteriormente, a UNI tende à aumentar significativamente a sua remuneração para esses provedores a partir do novo modelo de AMM, em sua versão 3.

aave-moeda
(Imagem: Report da Mercurius)

Maker DAO

Além do avanço em termos de AMM, a Maker introduziu algo revolucionário para o mercado de criptomoedas. Através de uma parceria com a New Silver, o protocolo recebeu NFTs que representavam imóveis como lastro para emissão de mais de 35 mil dólares em DAI.

Este fato cria uma nova possibilidade para o mercado de aplicações financeiras descentralizadas, o que constrói a possibilidade de empréstimos através de ativos que estão off-chain - algo que antes era impossível.

É plausível de se imaginar que podem ocorrer atualizações futuras com garantias em outros ativos reais, como metais preciosos e ações, fazendo com que as DeFi se integrem com o mercado financeiro tradicional.

Quer acompanhar o restante deste relatório? Acesse o conteúdo completo aqui, totalmente gratuito!
Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback