Super Semana Cripto | 16 a 20 de abril | Inscreva-se

Coluna do TradingView: análise de criptomoedas semanal (30/01)

Mercado aguarda semana de calendário cheio, com altas expectativas para o FOMC. Descubra o que analistas do TrandigView estão comentando sobre as criptomoedas.

TradingView
Última atualização:
4/1/2024

Após firmar nova máxima de 160 dias, Bitcoin inicia uma breve correção, ainda sem muito direcionamento.

Mercados aguardam semana de calendário cheio, com altas expectativas para o FOMC na quarta-feira.

Coluna do TradingView: Criptomoedas batem máxima de 160 dias

Confira o que os analistas do TradingView estão comentando sobre o mercado de criptomoedas esta semana:

Gabriel Fauth

Parece que grande parte dos investidores estão usando suas stablecoins para se posicionarem em criptomoedas.

Na análise de Cryptocap, vemos que as stablecoins representam um ganho de 144% e 203% no USDT e USDC respectivamente, sinal de liquidação de posições em criptomoedas.

Agora essa liquidez volta a ser alocada em criptomoedas, e podemos notar uma das principais mudanças: o aumento do interesse em altcoins e principalmente em Bitcoin, já aumentando sua dominância a quase 6% nos primeiros 25 dias do ano.

O que estou querendo dizer é que a dominância de stablecoins no mercado está diminuindo enquanto a de criptomoedas confiáveis como BTC vem aumentando — um excelente sinal.

Mas não se engane, são apenas os primeiros sinais do ano, sem afobação! Olhando para o ano passado, as stablecoins tiveram dois momentos de diminuição significativa de sua dominância, em meados de Julho-Agosto e Outubro-Novembro. O interessante é observar quais moedas receberam esse "fluxo" de alocação.

A boa notícia é o aumento da dominância do Bitcoin, que somados à dominância de 5% em 2022, já está batendo 12% contando 2022 + 25 dias de 2023.

Pouca coisa mudou no cenário. Tanto no mercado tradicional quanto nas criptos, poucas são as novidades. O mercado de risco agora precifica a recessão, deixando o tópico inflação para trás, dadas as últimas leituras econômicas.

Mas é importante lembrar que esse é o momento de baixo crescimento e, talvez, baixa volatilidade, perfeito para fazer uma posição grande sem muito calor. Seria essa a estratégia dos fundos?

A expectativa para o mercado de risco é baixa no momento, sem muito cenário, mas muita especulação. Ao decorrer do ano poderemos ter uma perspectiva melhor sobre a direção das economias e de como os fundos vão se posicionar nos ativos baratos. (Ver análise na íntegra).

Gráfico comparando a dominância de BTC e USDT na plataforma do TradingView.

Samuel Paz

As últimas altas do Bitcoin (BTC) pegaram muitos players do mercado de criptomoedas de surpresa.

Mas mesmo sendo um movimento sem que o mercado esperasse tamanha força, muitos conseguiram surfar o movimento de quase 40% nos últimos 15 dias. Isso mesmo com as incertezas macroeconômicas sobre os investidores globais e toda a repercussão da guerra entre Rússia e Ucrânia, que a cada dia envolve mais países.

Às 7h da manhã desta quarta (25), o BTC estava sendo negociado a US$22.600, apresentando uma queda de aproximadamente 1,2% nas últimas 24 horas. O Ether (ETH), segunda maior criptomoeda do mercado, no mesmo horário estava sendo negociado a US$1.544, com uma queda de 4,4% nas últimas 24 horas.

No que se refere ao mercado de altcoins, as perdas chegaram a ser maiores, com destaque para Cardano (ADA), Dogecoin (DOGE), Polygon (MATIC) e Solana (SOL), todas apresentando uma desvalorização maior que 5% nas últimas 24 horas.

Uma correção do BTC é algo que está sendo esperado por muitos players do mercado cripto neste momento. Mas a grande dúvida que paira no ar neste momento é sobre o tamanho da queda desta correção, isso devido à força com que o BTC rompeu resistências que eram vistas como importantes nesses últimos 15 dias.

Muitos analistas apresentaram como justificativa para essa última grande alta a dinâmica do mercado, incluindo a liquidação de uma “grande posição vendida” que ajudou o mercado a ter mais força para buscar os patamares atuais.

A perda de força do mercado cripto nessas últimas 48 horas também nos demonstra um sinal de que as negociações no mercado cripto ainda não voltaram com a força que todos esperavam.

Outro fator que foi determinante para o BTC perder sua força compradora foram as últimas sessões de quedas apresentadas nos índices tanto da Nasdaq como no S&P 500, refletindo a temporada de altos e baixos nos Estados Unidos.

Um fator que é praticamente unanimidade no mercado é o próximo movimento do S&P 500 ser determinante para saber se o BTC irá recuar mais forte ou se o mercado vai continuar o seu movimento de alta. (Ver o gráfico dinâmico).

Gráfico de futuros perétuos BTC/USDT na plataforma do TradingView.

Fabiano Cernerelli

Os movimentos estão aparentando ser um padrão de reversão, porém ainda é necessário que haja o rompimento dos pontos mencionados anteriormente, assim como também observar pontos que nos auxiliem a atestar a força do rompimento e, acima de tudo, saber se o novo nível de preços irá se sustentar. Temos uma base de não tão grande zona de flutuação, mas é razoável.

Um rompimento nessa zona é de muita importância. Penso estar vendo o início de um mercado primário de alta, porém esse ativo não é do meu portfólio, não sei bem qual é o seu momento, mas o meu estudo é técnico, e temos indícios de possibilidades razoáveis para um novo mercado de alta.

Porém também não podemos descartar que o preço não tenha força suficiente para ultrapassar a resistência e seja apenas um movimento de exaustão dos compradores.

O preço está em uma zona muito importante, ainda não é momento de fazer absolutamente nada, precisamos de um rompimento para cima, e que o preço consiga se manter no novo nível, para aí então pensar em montar uma posição. (Ver a análise na íntegra).

Gráfico de preço BTC/BRL na plataforma do TradingView.

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Gabriel Fauth, Samuel Paz e Fabiano Cernerelli.

Sobre o autor
TradingView
O TradingView é uma plataforma de gráficos e uma rede social utilizada por milhões de traders e investidores em todo o mundo para encontrar oportunidades em diferentes mercados. Semanalmente, analistas do TradingView trazem estudos de análises técnicas sobre o mercado de criptomoedas.
Mais nesta categoria
🎁
Ganhe até R$25 em
Bitcoin e mais criptos
Invista a partir de R$10 pelo aplicativo Coinext®.
4,7
Inscreva-se