Quem é Vitalik Buterin? Conheça o criador da Ethereum

Vitaly Dmitriyevich Buterin é um escritor e programador de origem Russa/Canadense. Seu principal trabalho foi a criação da Ethereum. Saiba mais sobre ele.

Por
Luiza Brito
29/7/2021
Quem é Vitalik Buterin? Conheça o criador da Ethereum

Você já se perguntou o que se passa na cabeça das pessoas que criaram as maiores criptomoedas do mundo? De onde veio a inspiração para tal feito? O que essas pessoas aspiravam conseguir? 

Com o Bitcoin, infelizmente, fomos deixados na curiosidade total, já que tudo que sabemos sobre seu criador é que ele tem o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Nunca foi realmente confirmado se é uma pessoa, um homem, uma mulher, ou mesmo um grupo de pessoas. Mas, diferentemente do Bitcoin, o principal responsável pela criação da Ethereum tem nome, rosto e uma história de vida bem legal para ser compartilhada. 

Confira tudo o que trouxemos sobre Vitalik Buterin neste artigo:

  • Vitalik Buterin e a Bitcoin Magazine
  • Vitalik Buterin e a Ethereum
  • Quanto está estimado a fortuna de Vitalik Buterin?

A Ethereum é a segunda maior criptomoeda do mundo, em termos de capitalização de mercado, e já acumula incríveis US$270 bilhões. Foi chamada de a segunda geração de criptomoedas por ter inaugurado um novo modelo de blockchain, no qual conseguiu unir os serviços de transação com criptomoedas e uma plataforma que também suporta contratos inteligentes e aplicativos descentralizados, os famosos dApps.

Essas funcionalidades são voltadas à otimização de serviços e processos financeiros e econômicos, e revolucionaram o universo cripto. A Ethereum passou a ser vista como inspiração para o desenvolvimento de inúmeros outros projetos, que seguiram seus passos e criaram plataformas de blockchain que suportam outras aplicações e funcionalidades, para além do trade.

Agora vamos conhecer a mente brilhante que criou este projeto? 

Se você já está no universo cripto, com certeza já ouviu falar de Vitalik Buterin! Um jovem extremamente ambicioso, nascido na Rússia, em 1994. Sua mãe é uma canadense, enquanto seu pai também nasceu na Rússia, onde criaram Buterin até o ano de 2000. Nesse ano, Vitalik e os pais se mudaram para o Canadá em busca de melhores oportunidades e de uma vida mais promissora. 

Ao que parece, desde a infância a inteligência e a performance escolar de Buterin já chamavam a atenção das pessoas que o cercavam, e em seu terceiro ano da escola primária Buterin foi direcionado para estudar em uma sala de crianças superdotadas. Com isso, ele foi se aproximando cada vez mais de matérias como matemática, economia e futuramente programação. Tudo isso, é claro, contribuiu imensamente para despertar o interesse de Buterin pelo cenário da tecnologia.

Seu contato com as criptomoedas começou aos 17 anos, quando seu pai o apresentou ao Bitcoin. Desde então, sua curiosidade foi aguçada ainda mais por tecnologias descentralizadoras e soluções que pudessem minimizar o controle estatal sobre a sociedade, principalmente sobre as finanças das pessoas.

E assim, aos poucos Vitalik Buterin foi se aproximando mais e mais das criptomoedas, se inserindo neste contexto e se tornando uma voz ativa e importante para a comunidade.

Vitalik e a Bitcoin Magazine

Ao conhecer o Bitcoin, Vitalik Buterin decidiu por vez que queria se aprofundar no assunto e nos conhecimentos sobre a tecnologia blockchain. Ele então passou a escrever artigos sobre a moeda para um site e recebia recompensas em bitcoins por isso, porém na época a moeda ainda valia apenas US$4:  "Me ofereceram cinco bitcoins por artigo, que valiam 4 dólares na época", compartilhou Buterin em uma entrevista à revista Tank Magazine.

Algum tempo depois, pela falta de interesse da população sobre o tema, o site foi fechado. Porém, o esforço de Buterin não foi em vão, pois em 2011 ele se tornou cofundador do portal Bitcoin Magazine, site que existe até hoje e segue sendo referência para investidores e estudiosos sobre o tema.

O Bitcoin Magazine foi o primeiro site oficial especializado em notícias e conteúdos voltados à moeda, cooperando para disseminar os conceitos e informações sobre a cripto e sobre a tecnologia. Buterin então passou a ser o redator-chefe da Bitcoin Magazine e com isso foi se tornando cada vez mais conhecido e respeitado no meio.

Inclusive, este pode ter sido o empurrão final que Buterin precisava para decidir que queria se jogar de vez neste universo. Em 2013, ele já iniciava seus movimentos para juntar ainda mais conhecimentos e informações para construir seu projeto de criptomoeda. Foi neste ano que o brilhante aluno decidiu abandonar a universidade que cursava Ciência da Computação, em Toronto, e investir numa viagem mundo afora para conhecer pessoas que compartilhavam do mesmo interesse que ele: a tecnologia por trás do Bitcoin.

Buterin ainda foi além, pois, na verdade, ele queria entender quais eram os limites da moeda e como seria possível torná-la ainda maior, melhor e escalável. Assim, ele visitou locais como Alemanha, Israel e o estado norte-americano New Hampshire. Foi desta forma que Buterin obteve contato com pessoas que já estavam estudando como desenvolver inovações e funcionalidades na blockchain da moeda, projetos conhecidos como “ConvertCoins” e “Mastercoin”.

No entanto, apesar dos estudiosos que estiveram em contato com Buterin concordarem que existiam certas limitações na rede do Bitcoin e que seria possível estudar possibilidades para expandir a capacidade da moeda, ele não obteve total apoio para fazer isso. E foi desta forma que Buterin decidiu por desenvolver sua própria criptomoeda, a Ethereum.

Vitalik e a Ethereum

No final de 2013, Buterin já estava lançando o white-paper da Ethereum, o documento oficial da moeda com todas as explicações e o conceito do projeto. Porém, o projeto só foi publicado oficialmente em janeiro de 2014. Além de Buterin, a equipe corresponsável pelo desenvolvimento do conceito de todo o projeto contava com , Mihai Alisie, Anthony Di Iorio, Charles Hoskinson, Joe Lubin e Gavin Wood. Charles Hoskinson, inclusive, futuramente foi seguir seu caminho e desenvolveu sua própria criptomoeda, a Cardano, que também tem funcionalidades bem semelhantes à Ethereum.

O financiamento para o desenvolvimento prático do projeto foi levantado após uma apresentação de Buterin em uma conferência sobre o Bitcoin, em Miami, na  Flórida. Meses após a conferência, a equipe decidiu por realizar um financiamento coletivo, também chamado de crowdsale. Neste financiamento, o Ether foi vendido por bitcoins e foi levantando 31 mil bitcoins, um montante que na época equivalia a cerca de US$ 18 milhões.

Com o objetivo atingido, deram início à criação do projeto e fundaram a Ethereum Foundation. Uma organização sem fins lucrativos, com sede na Suíça, que ficaria responsável por monitorar o desenvolvimento do software de código-aberto da blockchain da Ethereum.

Quanto está estimada a fortuna de Vitalik Buterin?

Vitalik Buterin foi nomeado pela Forbes como o mais jovem bilionário das criptomoedas. Não é para menos, já que ele teve todo o trabalho e inspiração de criar a cripto, nada mais justo que ele acumule alguns tokens ether também, não é mesmo?

Baseado em sua carteira virtual de Ether, estima-se que Buterin tenha acumulado 333.520 ETH, o que na cotação atual da moeda equivale a US$770 milhões, aproximadamente. Felizmente, nunca foi constatado um comportamento manipulador ou prejudicial ao mercado por parte de Buterin.

Muitas pessoas temem que grandes baleias, investidores que acumulam enormes quantidades de criptomoedas, se desfaçam de suas criptos de forma exagerada, colocando grandes unidades à venda de uma vez. Isso prejudica a dinâmica do mercado, podendo afetar seriamente a cotação da moeda e sua força. 

É claro que Buterin gosta de participar do mercado e vender seus tokens vez ou outra, sobretudo quando a moeda atinge topos de valorização. Em 2019, ele vendeu 5 mil tokens e estima-se que já tenha feito uma fortuna de US $50 milhões, com trades em ether. Para a tranquilidade de todos, Buterin costuma respeitar o mercado e realiza as vendas aos poucos, ajudando a manter o preço padrão do ether, demonstrando ser um hodler consciente.

E então, gostou de aprender mais sobre o criador da Ethereum? O mundo das criptomoedas é fascinante e recheado de curiosidades e fatos interessantes. Se você quer conhecer na prática este mercado, crie sua conta gratuita na Coinext, onde você consegue comprar e vender Ether e as melhores criptomoedas do mundo.

Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback