Renda passiva com criptomoedas: opções, vantagens e riscos

Quer saber como ter uma renda passiva com criptomoedas? Nesse conteúdo você descobre 4 caminhos para ter renda passiva mensal com suas criptos em carteira.

Denio Grossi
Última atualização:
10/5/2024

Obter rendimentos todos os meses é um dos grandes objetivos de muitos investidores. Assim, hoje em dia, a renda passiva com criptomoedas viável para quem busca novas possibilidades e vantagens, além do que o mercado tradicional oferece.

Isso é possível por conta do avanço das finanças descentralizadas (DeFi) e da tokenização de ativos, que estão proporcionando mais acessibilidade, autonomia, privacidade e liberdade no controle do próprio dinheiro por meio das criptomoedas.

Entre os diversos serviços DeFi disponíveis, estão os protocolos que permitem ganhar dinheiro com criptomoedas bloqueadas ou paradas em carteira.

Além disso, o investimento em ativos tokenizados também traz oportunidades de obter renda passiva com cripto. O processo de staking é outra alternativa para esse objetivo.

Neste artigo, vamos te mostrar quais são os principais modelos de gerar renda passiva com criptomoedas e como cada um deles funciona. Continue lendo para entender as vantagens e riscos desses processos:

  • É possível ter renda passiva com criptomoedas?
  • Como gerar renda passiva com criptomoedas?
  • Staking
  • Lending
  • Farming
  • Ativos tokenizados

Afinal, é possível ter renda passiva com criptomoedas?

Graças ao avanço das finanças descentralizadas, hoje é sim possível gerar renda passiva com criptomoedas.

Conhecidas pela sigla DeFi, as finanças descentralizadas são um conjunto de novos serviços financeiros completamente digitais baseados na tecnologia Blockchain, a mesma que permite o funcionamento dos criptoativos.

Por ser um sistema financeiro automatizado, as DeFi não precisam da interferência humana e de intermediários como bancos e governos para funcionar.

Pelo contrário, o objetivo das DeFi é justamente criar um sistema financeiro global que seja independente, mais barato e acessível a todos.

Com isso, diversos projetos cripto começaram a desenvolver soluções para que as pessoas consigam usar suas próprias criptomoedas para gerar renda passiva com serviços como empréstimos, por exemplo.

Além das criptomoedas DeFi, a tokenização de ativos também é mais um exemplo de possibilidade de gerar renda passiva trazida pela aplicação da Blockchain.

Agora, vamos te mostrar como você pode lucrar com as suas criptomoedas e tokens parados na carteira:

Como gerar renda passiva com criptomoedas?

É possível obter renda passiva com criptomoedas por meio de 4 principais alternativas:

  1. Staking
  2. Lending
  3. Farming
  4. Ativos tokenizados

A seguir, vamos mostrar como funciona cada uma delas e como começar a ter renda passiva com criptos.

Mas antes, precisamos lembrar que este conteúdo não é uma recomendação de investimentos nem de plataformas. Apenas apresentamos as opções disponíveis no mercado para te auxiliar na busca por informação.

Para sua segurança e estratégia, antes de aplicar seu dinheiro em alguma plataforma, lembre-se de analisar seu perfil de investidor e realizar sua própria análise e pesquisa. Agora, vamos lá:

1. Renda passiva com staking de criptomoedas

Fazer staking significa manter fundos guardados na carteira de criptomoedas para ajudar na segurança e funcionamento de uma Blockchain que usa o mecanismo de Prova de Participação (Proof of Stake) para validar as transações.

Em troca de deixar suas criptomoedas travadas naquele protocolo, você recebe recompensas como renda passiva. Assim, as Blockchains conseguem incentivar os usuários a manter criptomoedas paradas em vez de vendê-las.

Portanto, esse é um processo fundamental para a integridade de uma Blockchain e para promover a participação direta da comunidade em uma rede descentralizada. 

Como é calculada a rentabilidade com staking

As regras para calcular as recompensas por staking irão variar de acordo com cada Blockchain.

Mas, no geral, o quanto você pode receber por sua participação vai depender da quantidade de moedas que você colocar em staking e por quanto tempo as mantém bloqueadas.

Ou seja, quanto mais moedas você colocar em um protocolo, mais chances você tem de ser recompensado e mais renda passiva você receberá.

O valor total em staking na rede e a taxa de inflação e emissão de novas moedas também influenciam nesse cálculo.

Como fazer staking de criptomoedas?

É possível fazer staking por meio das seguintes formas:

Rodar o seu próprio node

Essa é a forma de ter mais autonomia e controle do seu próprio staking, mas também é a que demanda mais recursos e conhecimentos técnicos. Para operar como validador de transações, você precisará de um computador compatível para se conectar à rede e estudos sobre o protocolo que escolher.

Alguns programas de staking populares no mercado cripto são os da Ethereum, Cardano, Polkadot e Cosmos.

Staking por meio de intermediários

É possível fazer staking por meio de terceiros, como exchanges e carteiras digitais. Essa opção não funciona com custódia própria, mas traz mais praticidade.

Nesse caso, essas plataformas atuam como intermediárias. Por isso, você consegue começar com participações menores e não precisa de um conhecimento técnico tão avançado. É cobrada uma taxa para prestação desse serviço.

Pools de staking

Os pools de staking são uma forma de reunir pessoas que não possuem a quantidade suficiente de tokens para rodarem sozinhas um nó validador.

Assim, os pools funcionam como um ambiente onde várias pessoas podem se conectar para reunir recursos, até atingir o valor exigido por um protocolo de Blockchain para travar em staking.

Os participantes do pool travam seus tokens em conjunto e as recompensas serão proporcionais à participação de cada um no pool, de acordo com o valor que cada pessoa aportou.

homem colocando moedas em um pote de vidro - renda passiva com criptomoedas

2. Lending: empréstimos com criptomoedas

Lending pode ser entendido como um processo de empréstimo com criptomoedas. É muito parecido com os modelos de empréstimos para gerar renda passiva no meio tradicional, porém, com criptos.

Nesse sentido, você empresta suas criptomoedas a alguma plataforma de liquidez, como corretoras e protocolos descentralizados, e recebe juros por isso.

Com a tecnologia das finanças descentralizadas, todo o processo é feito de forma automatizada e segura por meio de contratos inteligentes que rodam na Blockchain.

Todas as regras envolvidas na transação, como juros e garantia, são previamente definidos e colocados em prática pelos contratos inteligentes, sem a necessidade de intermediários como bancos.

Como fazer lending?

Não se pode ignorar o risco de ocorrer uma oscilação muito acentuada de preços no mercado, fazendo com que o empréstimo para o qual você provê liquidez fique desbalanceado, gerando perda de capital.

Por isso, é recomendável buscar por plataformas que ofereçam maior liquidez para mitigar esse risco.

Você encontra tanto opções centralizadas quanto descentralizadas. Entre as descentralizadas, os protocolos AAVE e Yearn Finance são um dos maiores e mais conhecidos.

3. Renda passiva com farming

Em tradução literal, “farming” significa cultivo agrícola em português. No meio cripto, farming também é conhecido como mineração de liquidez.

Esse processo permite que investidores depositem e bloqueiem suas criptomoedas em um protocolo atuando como provedores de liquidez para aquele sistema. Em troca, os investidores são recompensados financeiramente.

Como fazer farming?

O processo de farming geralmente é feito por meio de uma exchange descentralizada, as chamadas DEX.

Uma DEX possui o mesmo objetivo de uma corretora centralizada: conectar pessoas interessadas em comprar e vender criptomoedas. A grande diferença é que, nas DEX, são os próprios usuários que fornecem liquidez para que as transações possam ocorrer.

Funciona da seguinte forma:

Suponhamos que Alice queira trocar suas criptomoedas A por criptomoedas B. Enquanto isso, Bob possui criptomoedas B e deseja trocar por criptomoedas A.

Para que essa troca ocorra, a exchange descentralizada utiliza um pool de liquidez formado por investidores.

Esses pools de liquidez funcionam como um grande fundo de criptoativos, que é alimentado pelos usuários que depositam pares de criptomoedas, em proporções iguais de valor.

Assim, ao depositar suas criptomoedas no pool de liquidez de uma DEX, você ajuda a manter a liquidez da exchange, afinal, você está ajudando aquela DEX a conseguir suprir a sua própria demanda.

Por esse motivo, você é recompensado de acordo com as regras da própria exchange descentralizada. Algumas alternativas de DEX populares no mercado são Uniswap, Sushiswap e Pancakeswap.

Como é calculada a rentabilidade do farming?

O cálculo dos rendimentos do farming geralmente é anual e podem acontecer de duas formas principais: APR ou APY. Ambas as fórmulas são as mesmas utilizadas pelo mercado tradicional:

  • APR (Taxa de Porcentagem Anual): fórmula baseada em um cálculo de juros simples.
  • APY (Rendimento Percentual Anual): fórmula que considera juros compostos, que é basicamente reinvestir diretamente os lucros obtidos, com a intenção de gerar ainda mais lucros. 

Vale lembrar que essas fórmulas funcionam como estimativas e por isso o resultado pode não ser tão assertivo, sendo necessário considerar também a maior volatilidade do mercado cripto em comparação com o tradicional.

Por isso, é preciso experiência e estudo sobre o mercado de criptomoedas para lidar com toda a dinâmica e aceleração que o farming envolve e os riscos que isso implica.

4. Investimento em ativos tokenizados como renda passiva

Os ativos tokenizados são a representação digital de bens, direitos ou produtos financeiros do mundo real, inclusive produtos que geram renda passiva.

A tokenização de ativos é feita por meio do registro desses ativos reais na Blockchain. Ao ganharem uma representação virtual, esses ativos podem ser comprados e vendidos digitalmente, com muito mais facilidade e praticidade do que seria feito de modo tradicional.

Além disso, o custo inicial de investimento também passa a ser menor, já que um ativo tokenizado pode ser negociado tanto em sua totalidade ou ter seu direito de posse fracionado e distribuído digitalmente em partes menores, como cotas.

Alguns exemplos de produtos financeiros capazes de gerar renda passiva e que podem ser tokenizados são os royalties musicais e os precatórios.

Esses ativos são transformados em tokens de royalties musicais e tokens de precatório, ou seja, tokens lastreados a royalties e precatórios. Ao comprar esses tokens, você passa a receber renda passiva em um período previamente estabelecido.

Saiba como investir em tokens lastreados para receber rentabilidade:

Quais criptomoedas são boas para ter renda passiva?

Existem algumas criptomoedas específicas que podem ser interessantes para obter renda passiva, a depender dos seus objetivos, como:

Tezos (XTZ): Oferece staking, permitindo que os detentores de XTZ ganhem recompensas por ajudar a validar transações na rede.

Cardano (ADA): Oferece staking e, em breve, também permitirá a execução de contratos inteligentes, o que pode abrir oportunidades para renda passiva.

Polkadot (DOT): Permite staking e participação na governança da rede, oferecendo recompensas aos detentores de DOT.

Cosmos (ATOM): Oferece staking para validar transações e segurança da rede, permitindo que os detentores de ATOM ganhem recompensas.

Algorand (ALGO): Oferece staking para suportar a segurança e a descentralização da rede, com recompensas para os validadores.

Ethereum 2.0 (ETH): Com a transição para o Ethereum 2.0, os detentores de ETH podem participar do staking para validar transações e receber recompensas.

Aave (AAVE): Como parte do ecossistema DeFi, os detentores de AAVE podem ganhar renda passiva ao emprestar seus tokens através do protocolo Aave.

Compound (COMP): Similar ao Aave, o Compound permite o empréstimo e o empréstimo de tokens, oferecendo uma fonte de renda passiva para os detentores de COMP.

Smooth Love Potion (SLP): Usado no jogo Axie Infinity, os detentores de SLP podem ganhar renda passiva ao criar e negociar ativos digitais dentro do jogo.

Passo a passo para investir em ativos tokenizados na Coinext:

  1. Aguarde a oportunidade abrir: na Coinext, temos um calendário regular de lançamentos de ativos tokenizados e constantemente surgem oportunidades. Verifique na página de ativos tokenizados se há cotas disponíveis no momento.
  2. Abra sua conta na Coinext: o cadastro é grátis, rápido e fácil para começar a investir em tokens e criptomoedas pelo app ou pelo site da Coinext.
  3. Faça a reserva: durante o lançamento dos tokens, você pode reservar seu investimento. Assim, você garante acesso antes de todo mundo para investir nos ativos tokenizados.
  4. Comece a investir: após conferir e analisar as condições do ativo, você pode começar a comprar tokens a partir de R$100. Use uma conta bancária em seu próprio nome para depositar e sacar 24 horas por dia via Pix ou TED.
  5. ‍Receba renda passiva: resgate o valor investido de acordo com o prazo estipulado para cada token. No caso de royalties musicais, você recebe rentabilidade mensalmente durante 48 meses. Já com precatório, as rentabilidades são pagas em um prazo que pode ser de 24, 36 ou 48 meses.

Antes de iniciar, estude e avalie os riscos

Assim como a grande maioria dos setores envolvidos em tecnologia hoje em dia, a tendência é que o sistema financeiro se torne cada vez mais digital e acessível para todos.

A cada dia as pessoas estão se tornando mais interessadas por praticidade, agilidade e independência para utilizar serviços financeiros e fazer seu dinheiro render mais.

Com isso, a tendência é que as alternativas de gerar renda passiva com criptomoedas se tornem mais populares e, claro, se amadureçam com o tempo, à medida que os projetos cripto aprimorem seus protocolos e ganhem mais adeptos.

Enquanto essa tecnologia avança, trazendo novas vantagens e recursos para as pessoas, é importante considerar também o risco de colocar seu dinheiro em protocolos com menos tempo de mercado, principalmente quando se trata de investidores iniciantes.

Portanto, estude! Aprenda a dinâmica do criptomercado e pesquise bem os projetos nos quais você pretende aplicar, afinal, rentabilidade e risco estão bastante atrelados.

Com o devido preparo e planejamento, você tem mais chances de obter sucesso e potencializar seus ganhos.

E quando o assunto é suporte para estudar, a Coinext pode te ajudar. Temos conteúdo em diferentes formatos em nosso Blog, Coinext Educação e YouTube. Continue nos acompanhando e invista com mais confiança, seja para aproveitar a valorização diária do mercado ou mesmo para obter renda passiva com criptomoedas.

Sobre o autor
Denio Grossi
Diretor de Growth na Coinext, especialista em tecnologia, criptomoedas, Blockchain e entusiasta do universo cripto como um todo.
Mais nesta categoria
Compre
Bitcoin e mais criptos na Coinext
3x eleita a melhor exchange brasileira
4,7
Inscreva-se