Como investir em criptomoedas? Passo a passo definitivo!

Confira o passo a passo para começar a investir em criptomoedas na prática com segurança, desde os estudos até as formas de montar sua estratégia.

Equipe Coinext
Última atualização:
1/8/2023
Criptomoedas

As criptomoedas definitivamente conquistaram a atenção de muitos investidores nos últimos anos, desde o varejo até os grandes institucionais. Porém, muita gente ainda tem dúvidas sobre como investir em criptomoedas, pois acreditam que é um processo complicado.

Mas já vamos adiantar: investir em cripto é mais simples do que se pensa. Por isso, se você está prestes a fazer seu primeiro aporte nesta categoria de ativos, este artigo é pra você!

Aqui, vamos detalhar o passo a passo de como investir em criptomoedas com segurança e facilidade.

Ao fim deste artigo, aposto que você estará se sentindo muito mais seguro e confortável para comprar seus primeiros satoshis, a menor fração de um bitcoin.

Então vamos lá? Você vai aprender:

  • O que são criptomoedas e para que servem?
  • Qual o valor mínimo para investir em criptomoedas?
  • Vantagens e riscos de investir em criptomoedas
  • Onde investir em criptomoedas?
  • Passo a passo para investir em criptomoedas de forma segura
  • Quais as principais criptomoedas para investir em 2023?

O que são criptomoedas e para que servem?

Explicando de forma simples, criptomoedas são moedas digitais que usam criptografia, que é o processo de codificar informações para transmiti-las de forma segura, para garantir as transações realizadas no seu sistema e controlar a criação de novas unidades da moeda em questão.

Diferentemente da crença popular, o Bitcoin não foi a primeira criptomoeda, mas sim um ativo chamado eCash, desenvolvido em 1990 pela empresa DigiCash.

Mas o projeto caiu no esquecimento, exceto para uma pessoa (ou grupo de pessoas) conhecida pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto.

Em 2008, Nakamoto publicou um artigo científico chamado “Bitcoin: Um sistema de dinheiro eletrônico de pessoa para pessoa”.

Neste documento, Nakamoto explica o funcionamento de um sistema de pagamento eletrônico baseado em criptografia que seria independente de qualquer autoridade central.

Assim, a ideia por trás das criptomoedas é criar um sistema de pagamento eletrônico seguro, descentralizado e independente de qualquer autoridade central, como bancos ou governos.

Isso é alcançado usando criptografia e a tecnologia Blockchain, que é uma rede descentralizada de computadores que registra e verifica transações.

A Blockchain funciona como um livro-razão digital compartilhado e imutável, que armazena todas as transações realizadas na rede.

Cada transação é agrupada em um “bloco” de dados junto com outras transações recentes e é adicionado à “corrente” de blocos existente como se fosse um elo, formando a "blockchain".

As criptomoedas são usadas principalmente para fins de investimento, mas também podem ser usadas para transferir dinheiro para outras pessoas e, cada vez mais, para pagamentos também em estabelecimentos físicos e online.

Como funciona a variação de preço das criptomoedas

A variação de preço das criptomoedas é determinada pela oferta e demanda no mercado

Assim como acontece com as ações de empresas, o preço das criptomoedas aumenta quando há mais compradores do que vendedores e diminui quando há mais vendedores do que compradores.

Existem vários fatores que podem influenciar a oferta e a demanda de uma criptomoeda. Alguns exemplos incluem notícias, aprovação de novas regulações, adoção e inovações tecnológicas.

Diferentemente do mercado acionário, onde clientes de diversas corretoras negociam entre si os mesmos ativos, no mercado de criptoativos cada corretora funciona como um mercado isolado, onde apenas os clientes da própria exchange podem negociar entre si.

Por isso, é comum que os preços dos ativos, como Bitcoin e Ethereum, tenham variações se comparados em diferentes corretoras.

Qual o valor mínimo para investir em criptomoedas?

Uma das vantagens de investir em criptomoedas é a possibilidade de começar investindo com poucos reais.

A tecnologia das criptomoedas não dispõe de um valor mínimo para compra, mas cada plataforma de negociação pode ter suas próprias regras e limites.

Aqui na Coinext, por exemplo, você pode começar a investir em criptomoedas a partir de R$25.

Invista com segurança nas principais criptomoedas. Abra sua conta grátis.

Quanto é 1.000 reais em Bitcoins?

No momento em que este artigo é escrito, 1 Bitcoin está cotado a R$117.437,00. 

É um valor alto, mas não se assuste. Diferentemente de ações, quando você investe em criptomoedas não é preciso adquirir uma unidade completa da criptomoeda, já que o Bitcoin é perfeitamente divisível em até 8 casas decimais.

Portanto, com 1.000 reais é possível comprar aproximadamente 0,0086 BTC, ou 860 mil satoshis, a menor fração de um Bitcoin e que equivale a 0,00000001 BTC.

Aqui no Blog da Coinext, inclusive, você encontra um guia sobre como investir os primeiros mil reais em criptomoedas.

Vantagens e riscos de investir em criptomoedas

Investir em criptomoedas é uma opção promissora, mas assim como em qualquer decisão financeira, é importante analisar tanto as vantagens quanto os riscos desse investimento.

Podemos citar como algumas das principais vantagens das criptomoedas:

Vantagens

  • Descentralização

As criptomoedas são descentralizadas, o que significa que não são controladas por nenhuma autoridade central, como bancos ou governos.

Isso pode ser vantajoso para aqueles que buscam mais liberdade e independência financeira.

O Bitcoin, por exemplo, tem uma política de emissão bem definida e limite de 21 milhões de unidades, sendo um ativo escasso.

Com isso, o investidor pode ter a segurança de que o seu dinheiro não estará sendo diluído por uma emissão desenfreada.

  • Grande potencial de retorno

Criptomoedas como Bitcoin e Ethereum costumam ganhar as manchetes dos noticiários econômicos por causa de grandes altas.

Como são ativos ainda em desenvolvimento, os preços de criptomoedas estão sujeitos a muita volatilidade, o que pode levar a ganhos consideráveis a longo prazo.

Fatores já mencionados, como o desenvolvimento de novas funcionalidades, criação de novas regulamentações e a adoção de empresas e governos são alguns dos gatilhos que podem desencadear grandes altas no preço de criptoativos.

É importante ressaltar, no entanto, que a volatilidade do preço funciona para os dois lados: tanto para a alta, quanto para a queda.

Por isso, é importante ter cautela quando começar a investir em criptomoedas e colocar apenas aquilo que se sente confortável em expor ao risco.

  • Evolução do sistema financeiro tradicional

As criptomoedas são a evolução do sistema financeiro ao qual estamos acostumados. 

Quando seu dinheiro está parado no banco, você tem determinados horários para poder realizar operações e, dependendo dos valores em questão, ainda terá que dar explicações ao banco sobre o que pretende fazer com o dinheiro.

Enquanto isso, ao utilizar criptomoedas, o investidor tem total autonomia sobre seus ativos, podendo transferi-los a qualquer momento do dia para qualquer lugar do mundo, pagando taxas muito mais baixas do que as praticadas por empresas financeiras tradicionais, e muitas vezes com mais velocidade.

  • Anonimidade

Apesar de todas as transações de uma Blockchain serem visíveis para qualquer usuário que queira verificá-las, é praticamente impossível associar um endereço de carteira de criptomoedas a uma pessoa específica a menos que ela mesma se declare como a proprietária daqueles ativos.

As transações com criptomoedas são registradas com endereços criptográficos, o que torna difícil rastrear as transações para uma pessoa específica.

Isso é útil para quem deseja manter a privacidade sobre suas movimentações financeiras, mas também é um ponto controverso e muito discutido por facilitar atividades ilícitas.

Riscos

Há também alguns riscos envolvidos no investimento em criptomoedas, sendo os principais:

  • Ataques hacker

Apesar de serem baseadas em Blockchain, uma tecnologia muito segura e que torna as transações que acontecem na rede muito mais transparentes do que no sistema bancário, criptomoedas são muito visadas por criminosos cibernéticos.

É importante ressaltar, no entanto, que a maioria dos casos de ataques hackers a carteiras de investidores são feitos por meio de engenharia social, técnica empregada pelos hackers para induzir usuários desavisados ou inexperientes a fornecerem dados como senhas de acesso ou até mesmo a instalar programas infectados que permitem o acesso do criminoso ao seu saldo de criptoativos.

Por isso, é importantíssimo que o dispositivo em que o usuário faz o acesso seja um equipamento seguro, com sistema operacional e antivírus atualizados. Além disso, é preciso manter suas senhas seguras e secretas.

Desconfie também de e-mails ou mensagens com links suspeitos ou que peçam suas senhas de acesso ou de recuperação da carteira. Outra dica é manter sempre a autenticação em 2 fatores ativada em sua conta.

  • Perdas por erros do usuário

A liberdade e a autonomia financeira proporcionadas pelas criptomoedas também tem um lado que pode ser visto como negativo.

Como o usuário é o único que tem acesso à sua própria carteira digital, por meio de senhas de acesso e de recuperação, ele também é responsável por preservar essas senhas em local seguro, pois sem elas torna-se impossível acessar os ativos da carteira.

Como não há uma entidade ou empresa por trás do Bitcoin, por exemplo, o usuário não poderá solicitar uma recuperação de senha de uma carteira digital na rede do Bitcoin se perder os dados informados no momento da criação da carteira.

Outro erro recorrente é enviar ativos para um endereço de carteira errado, o que também acarreta na perda permanente daqueles ativos, já que somente o proprietário da carteira que recebeu os ativos terá acesso a eles e poderá movimentá-los.

Por isso, é importante ter atenção redobrada ao criar novas carteiras digitais e realizar transações dentro da Blockchain.

Onde investir em criptomoedas?

Nesta altura do artigo, você já deve estar mais seguro sobre como investir em criptomoedas, mas ainda falta um aspecto importante a ser abordado. Onde é possível comprar criptomoedas?

Corretora de criptomoedas

A forma mais fácil de investir em criptomoedas é através de uma corretora ou exchange, onde você pode começar a investir em criptomoedas em poucos minutos.

Mas é importante lembrar que você deve analisar a corretora em que deseja investir, em especial quanto a questões de segurança, garantia de fundos e o cumprimento de regulamentações do mercado financeiro.

Aqui na Coinext, além de uma plataforma descomplicada para quem está começando a investir em criptomoedas, também seguimos as principais recomendações das autoridades monetárias brasileiras para que você possa investir com segurança e sem dores de cabeça com a Receita Federal ou outra autoridade governamental no futuro.

ETFs de criptomoedas

Para quem já opera na bolsa de valores, uma alternativa para investir em criptomoedas é através de ETFs, que são fundos de investimento negociados em bolsa. Na B3, o investidor tem alguns ETFs disponíveis, como HASH11, BITH11 e ETHE11.

Estes produtos financeiros podem ser interessantes para investidores que não querem abrir conta em corretoras, mas é importante observar também as taxas administrativas cobradas.

P2P

P2P vem da expressão em inglês peer-to-peer, traduzida como “pessoa para pessoa”. Em outras palavras, negociar Bitcoin P2P é comprar e vender diretamente com outras pessoas, realizando uma transação com mais discrição e confidencialidade.

Há algumas plataformas que ajudam a unir a quem tem criptomoedas para vender a de quem quer comprar, mas é importante ter boas referências do vendedor antes de fechar negócio, pois o vendedor pode simplesmente não enviar as moedas após o pagamento.

Passo a passo para investir em criptomoedas de forma segura

Agora que você já entende mais sobre o assunto, deve estar se perguntando como investir em criptomoedas de forma segura.

Seguindo os passos abaixo, certamente você terá mais confiança ao fazer seus primeiros investimentos em cripto.

1. Estude o mercado

Antes de começar a investir em qualquer tipo de mercado, é importante realizar seus próprios estudos, compreendendo o funcionamento deste mercado, principais conceitos, tecnologias e soluções propostas.

Assim, entendendo o mercado cripto e o ecossistema de criptomoedas, fica mais fácil tomar decisões em momentos críticos e investir com mais segurança. 

2. Trace sua estratégia de investimento

Criptomoedas devem fazer parte de um portfólio de investimentos diversificado, balanceando a volatilidade de ativos como Bitcoin com produtos mais conservadores como a renda fixa, por exemplo.

Se você entrar neste mercado com uma estratégia de investimentos bem traçada e um horizonte de longo prazo, suas chances de ganho são muito boas.

3. Analise os fundamentos das criptomoedas

Além de estudar o funcionamento do mercado como um todo, é sempre importante gastar algumas horas analisando os fundamentos da criptomoeda que você deseja investir. 

Investigue questões como:

  • Quem são seus criadores e principais desenvolvedores?
  • Quantas moedas existem em circulação e quantas ainda serão emitidas?
  • Qual a política econômica, proposta de valor?

Entre outros aspectos importantes que podem desempenhar um papel importante no desenvolvimento do projeto.

4. Mantenha uma boa gestão de riscos

A volatilidade é quase que uma constante no mercado de criptoativos. Portanto, é importante sempre manter uma gestão de risco afiada, realizando o rebalanceamento da carteira e fazendo retirada de lucros quando o mercado está em alta, mas também ajustando o tamanho da sua exposição em momentos de maior turbulência.

Por ser um mercado global e que funciona 24 horas por dia, o mercado de criptoativos oferece diversas boas oportunidades de investimentos todos os dias.

Por isso, não é preciso qualquer tipo de afobação. No longo prazo, os investidores que têm uma boa gestão de risco são aqueles que conseguem os melhores resultados.

Quais as principais criptomoedas para investir em 2023?

Bitcoin (BTC)

Maior e mais conhecida criptomoeda do mundo, o Bitcoin foi criado em 2008 por Satoshi Nakamoto.

Por seu design sofisticado que prevê uma emissão constante ao longo do tempo e um limite de 21 milhões de unidades, é conhecido como “ouro digital”, podendo ser usado para transações e até como reserva de valor de longo prazo.

Bitcoin é na Coinext. Abra sua conta grátis.

Ethereum (ETH)

Segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado, Ethereum foi idealizado em 2013 por Vitalik Buterin como uma rede que permite descentralizar outros serviços além da transferência de dinheiro.

É usada linguagem de programação para criar os chamados “contratos inteligentes”, o que permite a criação de diversas aplicações na sua rede, de games no metaverso a NFTs.

Abra sua conta grátis e comece a investir em ETH agora mesmo.

Tether (USDT)

Tether é um criptoativo da categoria stablecoin (moeda estável), designação dada aos ativos digitais criados para representar moedas nacionais na Blockchain.

A emissão de novos USDTs acontece quando alguém deposita uma quantia em dólares para a Tether, recebendo a mesma quantia em USDT, que são lastreados pelos ativos depositados.

Dolarize seu patrimônio com USDT na Coinext.

Além destas, outras criptomoedas de destaque no mercado são Cardano (ADA), Solana (SOL), Litecoin (LTC), Binance Coin (BNB) e Ripple (XRP), todas disponíveis para negociação na Coinext.

E para começar, é muito fácil, confira:

Como começar a investir em criptomoedas na Coinext?

  1. Abra sua conta: Na Coinext, você consegue fazer isso de forma gratuita, rápida, simples e segura. Preencha e valide seus dados em poucos cliques.
  2. Ative sua conta: Para isso, realize um depósito de sua própria conta em um banco, pois é necessário saldo para comprar criptos em sua conta Coinext. Esse processo também é rápido e seguro, e pode ser feito via PIX ou TED.‍
  3. Aprenda antes de investir: Isso porque é preciso saber bem o que está fazendo. Portanto, estude o mercado e as formas de operar com criptomoedas para investir com segurança e consciência. Na Coinext, disponibilizamos conteúdos no Blog, Coinext Educação e Youtube que podem te ajudar a tirar suas dúvidas.‍
  4. Compre suas criptos favoritas: A lógica é a mesma que se aplica a qualquer investimento de renda variável: comprar por um preço baixo para vender por um preço mais alto. Escolha o ativo desejado e realize a operação.
Criptos com máxima segurança
Comece a investir agora em apenas 5 minutos.
Abra sua conta e compre seu primeiro Bitcoin em 5 minutos. A partir de R$10.
coinext app storecoinext play store
coinext app storecoinext play store
4,7
100 mil+ downloads
Tags deste artigo
Autor
Equipe Coinext
Conteúdos preparados por especialistas em criptomoedas. A equipe da Coinext conta com nomes importantes e com conhecimento para passar as melhores informações sobre Bitcoin e outros principais criptoativos.
Mais nesta categoria