Bull market e Bear market: Conheça os conceitos

Você já deve ter ouvido falar em Bull market e Bear market, mas sabe o que significam? Entenda os conceitos e os impactos para quem faz investimentos.

Por
Equipe Coinext
4/12/2020
Bull market e Bear market: Conheça os conceitos

Quem atua no mercado financeiro ou acompanha diferentes ações com certeza já se deparou com os termos Bull Market e Bear Market, ora chamados de Mercado de Touro e Mercado de Urso. De forma bem simples, essas terminologias indicam momentos de queda consolidados (Bear market) ou momentos de alta consolidados (Bull market). Cada um possui suas particularidades e ambos possuem oportunidades de lucros.

Não se sabe ao certo de onde vem o termo “Bull” e “Bear” para descrever as ações do mercado. Alguns fazem analogia a como os Ursos atacam (sempre com golpes para baixo) e a como os Touros atacam (com chifradas para cima), mas existem outros contextos históricos para essas origens.

Uma curiosidade: Os termos evoluíram com o tempo para também descrever pessoas que acreditam ou não em ativo específico, por exemplo: Peter Schiff é um grande Bear de Bitcoin, mas um dos principais Bulls do ouro.

Mas além do contexto histórico, como esses momentos podem ser identificados e como eles afetam o criptomercado?

Bull market

O termo Bull tem uma origem difícil de ser rastreada. O que se sabe é que a imagem do touro como quem está positivo em relação ao mercado existe desde o século 18 e é vista em contraponto do Urso desde sempre.  Alguns acreditam que o touro é ligado ao oposto do urso por causa das rinhas entre os animais que aconteciam nos EUA entre o século 18 e 19.

Não é à toa que um dos símbolos financeiros mais famosos do mundo é o Touro de Bronze do Distrito Financeiro, próximo de Wall Street.

Touro de Bronze do Distrito Financeiro em Nova York
O Famoso Touro de Bronze do Distrito Financeiro em Nova York

O termo Bullish também é comum para descrever os momentos positivos ou o sentimento dos investidores em relação a determinado ativo. Por exemplo “Estou bullish no Bitcoin, acho que ele vai subir.”

O que significa?

O Bull Market é quando temos um momento muito positivo, com a valorização geral através do mercado ou de um único ativo. Nesses momentos temos uma baixa pressão de venda e um ativo longe dos indicadores de sobrecompra.

Sendo assim, o Bull Market indica que o preço dos ativos vai manter uma tendência de alta por causa da demanda e do sentimento positivista. Esse é um ciclo de valorização, onde muitos realizam lucros e têm retorno em seu investimento.

Como ele acontece?

O mercado de touro é apenas um ciclo do mercado e pode acontecer em períodos mais curtos ou mais longos, dependendo do tipo de ativo esse período pode durar apenas alguns dias. O que dá início a um período bullish está diretamente ligado com o sentimento dos investidores e pela demanda de um certo ativo.

Esses ciclos podem ser iniciados por notícias que afetam o ativo em si, incertezas sobre certos setores ou qualquer outro gatilho. Muitas vezes o ciclo acompanha apenas o caminho natural do mercado após um grande período de pressão de compra.

Mais importante do que saber como ele acontece é conseguir prever quando esse ciclo está começando. É exatamente por isso que temos a análise gráfica como importante ferramenta para os investidores, com recursos como a Média Móvel, Bandas de Bollinger e muitos outros para determinar quando a tendência do mercado está para mudar.

Como lucrar no Bull market

Esse ciclo do mercado também é um ciclo onde há a oportunidade de lucrar. Já que o Bull Market representa um aumento no preço, quem consegue perceber o começo desse ciclo pode comprar o ativo e vender mais alto pouco tempo depois.

Para isso é necessário estratégia para não comprar errado. Mas é por meio desses ciclos que os traders conseguem garantir seus lucros e aumento de patrimônio. Para lucrar no mercado bullish é fundamental saber onde a tendência pode começar e acabar para não ter prejuízo.

Bear market

Urso bravo bear market
A Mordida do Urso é um dos ataques mais temidos pelos investidores

O termo Bear surgiu primeiro e alguns dizem que a origem está nos especuladores da venda de pele de urso do século 18 e ao ditado “Não venda a pele antes que alguém tenha pego o urso” ou então ao trabalho conhecido como bearskin jobbers, os intermediários da venda de pele de urso que especulavam o preço do material.

Com isso, o urso é aquele que aposta na queda, no preço mais baixo pelo qual ele vendeu. Assim como o termo Bull, também há a variação bearish para determinar o sentimento sobre determinada ação ou ativo.

O que significa?

Como é de imaginar, o Bear market é o oposto do Bull Market e é caracterizado por um pessimismo geral, que consequentemente eleva a pressão de compra e diminui a demanda. Esse é um período complicado para diferentes ativos, também conhecido como “sangria”, fazendo referência aos preços vermelhos.

Mas, como é algo normal de qualquer mercado, esse ciclo também traz várias oportunidades de lucros para diferentes investidores.

Como ele acontece?

A principal força por trás do Bear Market é a venda massiva das ações ou de um ativo em questão. Essa venda pode ser engatilhada por diferentes tipos de fatores, desde crises globais (como aconteceu com o coronavírus) até notícias prejudiciais para um mercado em particular.

Tecnicamente é fácil entender como acontece o Bear Market: quando os investidores acreditam que vão começar a perder o valor do ativo eles tentam vender no valor atual para ter menos prejuízo. Outros investidores seguem essa tendência e a pressão e venda se instaura.

Como dá para notar, essa é uma movimentação comum do mercado, já que o momento bearish pode ter início pelo simples fato dos investidores realizarem os lucros de um ciclo bullish.

Identificar esse tipo de momento é similar a como se identifica o mercado de urso, é necessário estudo e análise gráfica e fundamental sobre um determinado ativo.

Como lucrar com o Bear market

Lucrar no Bear Market também está ligado com a análise de reversão de tendência. O ideal no caso é conseguir comprar um ativo quando o preço estiver no fundo, prestes a reverter para um momento de alta, assim, qualquer valorização já traz lucros para o seu trade.

O Bear Market e o Bull Market representam os dois opostos do mercado, mas um depende do outro para que os investidores consigam traçar estratégias de lucro no médio e longo prazo.

Bull market e Bear market com criptomoedas

Urso segurando um bitcoin
Como funciona no mercado de criptomoedas?

O Bull e o Bear market também são conceitos muito importantes e presentes em diferentes criptomoedas. Geralmente é o Bitcoin quem comanda a tendência, com as principais altcoins acompanhando a sua movimentação de queda de baixa. Assim como nos ativos tradicionais e no mercado de ações, a baixa é uma boa oportunidade para compra enquanto aguardamos para realizar o lucro durante a alta.

Um exemplo claro disso foram as recentes movimentações do Bitcoin. Afinal, quem comprou a moeda durante o momento bearish (Abaixo de US$ 7 mil) hoje, durante a corrida dos touros, está no lucro.

Mas ainda assim existem moedas que se destacam do Bitcoin e abrem oportunidades para arbitragem entre criptoativos que estão em bearish e bullish.

gráfico bear market bull market
De forma simplista podemos dividir o Bitcoin entre o Bull Market de 2017 que entrou para a história, seguido de um Bear Market e a atual tendência de alta de longo prazo.

Mas vale ressaltar aqui que as criptomoedas, particularmente o Bitcoin, se mostraram menos dependente dos movimentos das bolsas tradicionais e de outros ativos. Por exemplo, apesar do BTC ter tido uma queda durante a crise causada pelo coronavírus, logo a moeda entre em um momento bullish e foi o ativo que mais se recuperou da queda até o momento.

Assim, entendendo o que é o Bull Market e o Bear Market, você está mais preparado para analisar o mercado com mais certeza.

Confira outros artigos sobre trading em criptomoedas e como identificar tendências:

Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Coinext.
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Novas moedas na Coinext.
Você até dia 4 de abril.
Serão 5 novas criptomoedas listadas a partir de abril e você pode escolher suas preferidas entre 8 opções.
Vote agora
Feedback