Lightning Network do Bitcoin: o que é e como funciona

Lightning Network do Bitcoin é um projeto criado para dar mais agilidade à rede do Bitcoin. Nesse conteúdo você entende todos os detalhes e importância.

Equipe Coinext
29/6/2022
Lightning Network do Bitcoin: o que é e como funciona
Compre as principais criptomoedas com segurança.
Abra sua conta grátis. Faça um Pix. Comece em instantes.
Começar

A Lightning Network é um projeto criado para possibilitar transações de Bitcoin mais rápidas e mais baratas, tornando a criptomoeda um meio de pagamento mais prático e acessível para nosso cotidiano.

Como já nos acostumamos com a agilidade dos aplicativos bancários modernos, conseguir realizar pagamentos instantâneos é fundamental para os atuais padrões de usabilidade de qualquer sistema financeiro digital.

Afinal, ninguém mais espera ter que aguardar vários minutos para concluir uma transferência ou ter que pagar muito caro por isso. A implementação do pagamento instantâneo PIX pelo Banco Central é uma evidência disso.

Com isso, surge uma importante questão: como acelerar as transações sem afetar a excelente segurança e descentralização do Bitcoin?

Tal desafio ainda não foi completamente superado, mas algumas ideias têm progredido para atingir esse objetivo. Uma delas é a Lightning Network e, neste artigo, você encontrará tudo o que precisa para entender como ela funciona e quais vantagens pode oferecer.

Continue lendo para saber mais sobre:

  • O que é Lightning Network
  • Por que foi criada
  • Como funciona
  • Vantagens e limitações
  • Como utilizar 
  • O que esperar da Lightning Network?

O que é a Lightning Network do Bitcoin?

A Lightning Network é um protocolo de pagamento que permite transações instantâneas e mais baratas com Bitcoin. O foco está na agilidade, daí o nome Lightning, que quer dizer “Relâmpago” em português.

Foi desenvolvida como uma solução de segunda camada, o que significa que foi construída separadamente da rede principal do Bitcoin, mas ainda interage com ela.

O projeto foi criado com o intuito de facilitar o uso do Bitcoin, pois com o crescimento de sua rede e com o aumento do número de transações, problemas como o lento processamento e o alto custo das operações com a criptomoeda ficaram em evidência.

Como surgiu

A ideia por trás da rede Lightning é antiga, mas foram Joseph Poon e Thaddeus Dryja que a consolidaram em um whitepaper publicado em 2016.

A implantação da versão beta da Lightning Network foi realizada em março de 2018, pelo laboratório Lightning Labs junto a empresas como ACINQ e Blockstream. Desde então, ela vem sendo testada como uma das propostas mais relevantes para a melhoria da usabilidade do Bitcoin.

Antes de falarmos sobre como a Lightning Network opera, é preciso entender mais a fundo o problema que ela busca resolver. É o que vamos explorar a seguir.

Por que a Lightning Network foi criada?

O Bitcoin foi criado por Satoshi Nakamoto para ser uma moeda descentralizada e extremamente segura. Seu intuito é oferecer uma maneira de realizar trocas financeiras sem precisar de um intermediário e sem o risco de inflação por impressão de um órgão centralizador.

Porém, quanto mais segura e descentralizada, menos escalável tende a ser uma Blockchain. Conheça a tecnologia por trás do Bitcoin assistindo ao vídeo abaixo:

Mas resolver esse problema não é uma questão simples, e qualquer mudança nesse sentido no sistema do Bitcoin teria grandes impactos econômicos e técnicos. Entenda por que esse problema ocorre:

Barreira de escalabilidade do Bitcoin

Como consequência da popularidade e do aumento do uso da rede Bitcoin, dois pontos centrais ganharam destaque nas discussões sobre como as Blockchains podem ser mais escaláveis quando passam a receber mais usuários. São eles:

  • Velocidade das transações

A Blockchain registra todas as transações em blocos de informação. Cada novo bloco se conecta aos anteriores, formando uma corrente. A informação contida nesses blocos é protegida por criptografia e não pode ser alterada ou excluída após sua verificação.

Existe um espaço limitado em cada bloco para registro de novas transações, estabelecido para fortalecer a segurança da rede. Se uma transação não cabe no bloco atual, ela entra em uma fila, que pode demorar minutos ou horas para ser validada, dependendo do total de transações pendentes.

O tempo de confirmação de uma transação na rede Bitcoin é de cerca de 10 minutos, um número alto se comparado ao padrão de meios de pagamento centralizados e de novas redes de criptomoedas.

  • Custo em momentos de sobrecarga

Os mineradores são computadores que processam e validam as transações na Blockchain do Bitcoin. Eles são incentivados com o valor das taxas de transação a continuar trabalhando e mantendo a rede segura de modo descentralizado, para compensar o custo de energia e equipamentos necessários para sua operação.

O preço das taxas não é fixo e depende do quanto você deseja pagar para acelerar o processamento e ter sua transação concluída mais rapidamente. Quanto maior a taxa, mais rápida sua transação será finalizada.

Como as operações que oferecem maior recompensa são priorizadas pelos mineradores, quando muitas pessoas estão realizando transações ao mesmo tempo, o custo que alguém precisa pagar para acelerar a confirmação da sua transferência é ainda mais elevado.

E para que o Bitcoin continue se expandindo como um meio de pagamento e reserva de valor estabelecido mundialmente, é necessário que seu funcionamento também seja aprimorado.

Por isso, vale a pena conhecer melhor a Lightning Network e como seu funcionamento tem contribuído para tornar o Bitcoin mais escalável. Saiba mais a seguir!

Como a Lightning Network funciona?

A Lightning Network permite que os usuários enviem e recebam Bitcoin de maneira mais rápida e com taxas irrisórias, aliviando a pressão sobre a Blockchain por funcionar de maneira paralela a ela.

A rede Lightning é um protocolo de pagamentos que opera de forma paralela ou em cima da Blockchain do Bitcoin, utilizando contratos inteligentes. Podemos dizer que a Blockchain é a camada base do Bitcoin e a Lightning Network a segunda camada, que funciona ancorada à base.

Ou seja, é uma solução que não exige nenhuma alteração na rede principal do Bitcoin e, por isso, é mais simples de ser aplicada.

Parece difícil de entender? Vamos fazer um exercício de comparação que vai tornar tudo isso muito mais simples.

  • Imagine que você é cliente de uma cafeteria que trabalha com uma comanda pré-paga.
  • Você chega no estabelecimento e paga o valor total que pretende gastar lá dentro. Ao entrar, você pode consumir tudo o que quiser desde que não ultrapasse o valor pago na chegada.
  • Todo produto que você consumir é anotado em sua comanda. Você pode ficar na cafeteria o tempo que desejar e somente ao sair do estabelecimento será feita a conferência do valor que você efetivamente gastou. Caso haja um saldo positivo, esse valor é retornado a você.

Como todo esse processo acontece na prática?

De maneira simplificada, o funcionamento da Lightning Network ocorre de forma parecida com a comanda da cafeteria que acabamos de comentar:

Por meio da rede Lightning, é aberto um canal de pagamento entre duas pessoas ou empresas. Neste canal é configurada uma carteira multi-assinatura ou “carteira multisig”, à qual as duas partes envolvidas adicionam um determinado valor em Bitcoin.

A Lightning Network possibilita que ambas as pessoas que possuem uma parte na carteira possam fazer ilimitadas transações, desde que não ultrapassem a quantidade máxima de Bitcoin estabelecida no momento de abertura do canal.

Tais transações ocorrem na segunda camada e são registradas permanentemente na Blockchain do Bitcoin somente no momento de encerramento do canal, constando o estado final dessas transações.

O canal pode se manter aberto por horas, dias ou mesmo semanas. Quando as duas pessoas estiverem satisfeitas, elas podem encerrar o canal e cada uma recupera sua parte final da carteira.

Rede de canais de pagamentos

O interessante é que mesmo sem possuir um canal direto, dois indivíduos podem enviar e receber Bitcoin por meio da Lightning Network. Isso acontece usando canais interconectados, desde que haja uma rota entre eles com a quantidade suficiente de fundos.

Dessa forma, é aliviada a demanda sobre a Blockchain, visto que ela é necessária somente para registrar a abertura e encerramento do canal, ou seja, apenas duas transações. 

Assim, todo o processamento é facilitado e, com o alívio da rede, as taxas também ficam mais baratas.

Como utilizar a Lightning Network do Bitcoin?

É possível se conectar à Lightning Network operando um nó da rede Lightning ou por meio de uma carteira compatível que realize a abertura e fechamento dos canais de forma automatizada. 

A seguir, apresentamos uma lista com algumas carteiras com suporte para Lightning. Lembre-se de fazer sua própria pesquisa e avaliação antes de escolher um modelo

  • Disponíveis para Android: Bitcoin Lightning Wallet (não custodial); Phoenix (não custodial).
  • Disponíveis para Android e iOS: Bluewallet (custodial por padrão, mas também permite que você opere seus próprios nós); Breez (não custodial); Wallet of Satoshi (custodial).

Vantagens e limitações da Lightning Network

Assim como em qualquer projeto cripto, antes de utilizá-lo ou investir, é preciso conhecer bem seus pontos fortes e riscos existentes. Os pontos a serem destacados são:

Vantagens

  • Pagamentos instantâneos: Os canais de pagamentos da Lightning Network reduzem o tempo de confirmação necessário, possibilitando pagamentos praticamente instantâneos.
  • Escalabilidade: A Lightning Network pode reduzir o congestionamento da Blockchain do Bitcoin, com capacidade para processar milhões de transações por segundo.
  • Menor custo: Por estar paralela à Blockchain, a rede Lightning pode operar com taxas bem mais baixas, o que torna mais viável o uso de BTC para micropagamentos.

Limitações

  • Não adequada para grandes pagamentos: As operações feitas por meio da LN dependem do saldo existente nas carteiras multi-assinatura envolvidas na rota da transação. Porém, nem sempre as carteiras dispõem da quantia necessária para atuar como intermediárias de um pagamento de valor elevado.
  • O receptor precisa estar online: Como as duas partes envolvidas na transação precisam estar online e usam suas chaves privadas para assinar, suas moedas ficam mais vulneráveis a ataques se o computador que armazena as chaves privadas estiver comprometido.

O que esperar da Lightning Network?

Se a Lightning Network for bem-sucedida, ela poderia ajudar a superar os obstáculos mais recorrentes para os usuários de Bitcoin, por possibilitar pagamentos instantâneos com taxas mais econômicas. Isso é extremamente positivo para menores pagamentos com BTC.

Dito isso, vale ressaltar que a Lightning já conta com mais de 87 mil canais abertos. Um exemplo de sua crescente adesão é o fato de que, após El Salvador adotar o Bitcoin como moeda oficial, a LN passou a ser a forma utilizada para realizar transações por grande parte dos comércios locais que passaram a aceitar BTC como forma de pagamento.

Segundo relatório da Arcane Research, é estimado que em março de 2022 mais de 80 milhões de pessoas tiveram acesso a pagamentos Lightning por meio de algum aplicativo conectado à rede.

Portanto, apesar da Lightning Network não ser tão segura quanto a camada base do Bitcoin, principalmente para grandes pagamentos, ela é uma opção viável para pequenas transações que vem sendo aprimorada e cada vez mais bem aceita por empreendedores.

Além disso, a adoção da Lightning Network acaba sendo indiretamente positiva até mesmo para quem não a utiliza, pois alivia e descongestiona a Camada 1 do Bitcoin, que ainda é a mais utilizada para fazer transações com a criptomoeda.

Logo, vale a pena continuar acompanhando as atualizações e os novos projetos que surgem na Lightning Network.

A tecnologia envolvida no funcionamento dos criptoativos está em constante evolução e novidades surgem a todo momento. Para acompanhar tanto avanço, continue acompanhando o Blog da Coinext!

O que você achou da Lightning Network do BTC? Informações como essas são fundamentais para que você entenda todos os detalhes sobre o mundo das criptomoedas e saiba como realizar boas decisões, como bom exemplo a hora certa de comprar Bitcoin ou qualquer outra cripto. Nesse ponto, estamos sempre aqui para te ajudar.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Compre Bitcoin e outras moedas com segurança.
Abra sua conta grátis. Faça um Pix. Compre em instantes.
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Mais nesta categoria
CONTEÚDO PRODUZIDO POR
Essas análises são de responsabilidade da Mercurius e não são uma recomendação de investimento.
Assine nossa newsletter e receba conteúdo toda semana
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo comunicações no meu e-mail
Obrigado! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Oops! Revise seu email e insira um válido.
Concorra a Bitcoins e R$10.000 em prêmios!
Participe da Promoção Indique e Ganhe. Compartilhe seu link de afiliados com amigos e concorra automaticamente.
SAIBA MAIS
Feedback