O que é Monero (XMR)?

Monero (XMR) é um criptoativo chamado de irrastreável focada na privacidade do usuário. Nesse conteúdo você entende o que isso significa e ainda descobre se vale a pena investir nessa criptomoeda.

Monero
Monero (XMR)
R$ 00,00
-
XMR/BRL

Monero (XMR) é uma criptomoeda descentralizada e irrastreável focada na privacidade do usuário.

De forma semelhante ao Bitcoin, Monero se baseia na descentralização, segurança e liberdade financeira, mas o que tornou o XMR popular foi justamente sua capacidade de oferecer um nível ainda maior de anonimato para aqueles que o utilizam.

Neste conteúdo, você entende de forma descomplicada o que garante a privacidade oferecida por essa criptomoeda. Continue lendo para conhecer os fundamentos, vantagens e riscos envolvidos no investimento em Monero.

O que é Monero?

Monero é uma criptomoeda que busca dar, além de segurança, uma maior privacidade aos usuários, em contraste com as finanças tradicionais centralizadas e reguladas por governos e bancos.

A fim de concretizar esse objetivo, a Blockchain da Monero foi desenvolvida com base nos princípios da não rastreabilidade e da impossibilidade de associação. Ou seja, é impossível para um observador determinar quem enviou e quem recebeu as moedas envolvidas em uma transação de Monero, assim como estabelecer uma conexão entre duas transações.

Isso significa que nem os titulares de XMR nem aqueles envolvidos nas transações podem ser identificados por terceiros. Dessa maneira, Monero oferece o total controle do dinheiro a seu dono e maior privacidade em suas operações.

Atualmente existem mais de 18 milhões de XMR em circulação e sua emissão é infinita. Segundo o projeto, inicialmente há uma emissão de curva principal de aproximadamente 18.132 milhões de moedas até o final de maio de 2022. 

Em seguida, será ativada uma curva em cauda em que será emitido 0,6 XMR a cada bloco de 2 minutos, gerando uma inflação decrescente, menor que 1%.

Como surgiu

O projeto Monero foi lançado em abril de 2014 e elaborado por uma equipe de sete desenvolvedores, entre os quais se conhece a identidade de apenas três: Riccardo “fluffypony” Spagni, Francisco "ArticMine" Cabañas e David Latapie. Os demais são conhecidos apenas sob pseudônimos.

Hoje há vários desenvolvedores ativos e apoiados por membros da comunidade, junto com um laboratório de pesquisa chamado Monero Research Lab (MRL).

Invista em XMR de forma segura e rápida, venha para a Coinext.

Como Monero funciona?

As Blockchains públicas são essencialmente transparentes, possibilitando que qualquer pessoa visualize seu banco de dados e verifique todas as transações que ocorrem na rede. Isso é positivo para a descentralização, mas em certos casos acaba comprometendo a privacidade, sobretudo aos olhos dos usuários que priorizam a confidencialidade financeira.

Pensando nisso, Monero ainda utiliza a Blockchain para registrar a movimentação de fundos, mas usa criptografia pura para ocultar a origem, o destino e os valores das transações.

Uma das principais características do Monero e seu grande diferencial é a chamada “Ring Signature”, ou Assinatura em Anel, através da qual é garantido o anonimato às transações da rede. Conheça melhor seu funcionamento a seguir:

Assinatura em anel

A assinatura em anel é uma assinatura digital que pode ser executada por qualquer membro de um grupo de usuários em que cada um tenha chaves públicas. É possível verificar se um dos membros realmente forneceu a assinatura, mas é computacionalmente impossível identificar qual deles o fez.

Em cada transação com Monero, as duas partes envolvidas na operação são agrupadas junto com os endereços de outros usuários da Blockchain que realizaram transações anteriores não relacionadas, formando o anel que não pode ser decifrado no relatório do explorador.

Essas chaves agrupadas funcionam como distrações que ofuscam o registro público, já que o observador não conseguirá identificar entre elas as duas partes que efetivamente participaram daquela transação. Para ele, pode ter sido qualquer membro do grupo.

Além disso, também é gerado um endereço de uso único com base em um endereço público, usado exclusivamente naquela transação, fortalecendo ainda mais a privacidade do usuário.

XMR e as melhores criptomoedas estão disponíveis na Coinext.

Como funciona a mineração de Monero?

Monero utiliza o mecanismo Proof-of-Work (PoW), ou Prova de Trabalho, para validar as transações e criar novas moedas, mesmo modelo em uso pelo Bitcoin.

No sistema PoW, é necessário que os mineradores compitam entre si para resolver cálculos extremamente complexos antes que um XMR seja transferido ou criado, encontrando a solução matemática que possibilita que um novo bloco seja introduzido à cadeia. O minerador responsável pela solução é recompensado com um valor em Monero. Dessa forma, a rede se mantém em funcionamento e segura. 

Um ponto relevante sobre a mineração de Monero é que a comunidade de desenvolvedores têm ajustado frequentemente seu código para tornar a mineração de XMR resistente aos ASICs, hardwares extremamente potentes e de alto custo capazes de resolver os cálculos necessários na mineração mais rapidamente. 

Ao utilizar um algoritmo que desencoraja a mineração por parte de ASICs, chamado RandomX, o Monero possibilita que computadores domésticos como CPUs consigam obter maior participação na mineração de XMR, mantendo o processo de fato descentralizado e mais democrático.

Como minerar Monero

Para minerar Monero, você precisará de:

  • Um computador potente que tenha um bom CPU, RAM suficiente e placa-mãe compatível.
  • Uma carteira Monero.
  • Caso opte por operar em um pool ou com GPU, será necessário um software específico para mineração de Monero, como o XMRig em sistemas Linux ou Windows.

É possível minerar Monero individualmente, mas as chances de obter uma quantidade de blocos bem-sucedidos que compense o custo de manter os computadores operando constantemente são muito baixas.

Como forma de tornar essa atividade mais compensatória, existem os pools de mineração, um modo de combinar a potência entre vários mineradores e receber uma recompensa proporcional à sua participação, de acordo com as regras do grupo, aumentando as chances de obter sucesso e lucro com a mineração. 

Algumas opções mais populares relacionadas à mineração de Monero são os pools MineXMR e XMR Nanopool. Cada um deles possui suas próprias normas e custos de adesão que devem ser avaliados para o seu caso.

Explore o mercado de criptomoedas, abra sua conta.

Onde armazenar XMR

Se você comprar Monero por meio de uma corretora, é possível armazenar suas moedas diretamente no site da própria exchange. É uma maneira prática e segura de guardar seus criptoativos e negociá-los a qualquer momento. 

No entanto, existe também a possibilidade de armazenar suas moedas XMR sob custódia própria, em carteiras digitais ou físicas. Elas são classificadas em quente (hot wallet), quando são conectadas à internet, e frias (cold wallet), quando permanecem desconectadas da rede.

Seguem alguns exemplos de carteiras compatíveis com Monero:

  • Desktop

- Monero GUI
- MyMonero

  • Mobile

- Monerujo
- Cake Wallet
- MyMonero
- Edge

  • Hardware

- Trezor Model T
- Ledger Nano S e Nano X

Investir em Monero vale a pena?

Esse é um ativo que ainda tem pontos em comum com a Blockchain do Bitcoin, porém com um nível ainda maior de privacidade. Por conta disso, os críticos de Monero pontuam que a criptomoeda pode atrair usos para fins ilegais. 

Entretanto, o XMR é interessante para pessoas comuns que simplesmente priorizam a confidencialidade e não querem ser observadas por hackers, governos e corporações, por exemplo. 

Empresas também podem se beneficiar do Monero para movimentar dinheiro sem que os concorrentes saibam ou não terem seu saldo e transações divulgados, por questões de estratégia ou segurança.

Além disso, existe a vantagem da forte descentralização da rede: além de garantir a validação das transações por meio de um mecanismo de consenso, sem a necessidade de um órgão centralizador, o Monero preza pela descentralização em outros aspectos, como sua mineração resistente à polarização de ASICs e o desenvolvimento orientado para a comunidade.

Logo, o XMR tem potencial para agradar tanto pequenos usuários e comerciantes como instituições maiores, o que pode aumentar o interesse e consequentemente a demanda por Monero. Tudo isso faz desse criptoativo um candidato para diversificação de carteira a ser avaliado.

Mas há que se considerar também os riscos desse investimento, como a volatilidade intrínseca às criptomoedas, que pode causar bruscas oscilações de preço. 

Ademais, é impossível prever qual será a performance exata de Monero no futuro, que dependerá tanto de fatores internos, como o andamento do próprio projeto, quanto externos, como questões macroeconômicas.

Então, saber se investir em Monero vale a pena de fato dependerá de seus próprios objetivos e contexto, o que torna a análise individual essencial. Entenda bem seu perfil de investidor antes de investir em qualquer cripto e acompanhe a performance e as principais notícias sobre o mercado para tomadas de decisão mais assertivas.

Invista em cripto sem abrir mão da segurança.

Qual o preço de Monero (XMR)?

Monero (XMR) é negociado na Coinext em Reais (BRL), e sua cotação irá variar conforme a oferta e demanda do mercado.

A criptomoeda começou o ano de 2022 em correção, sobretudo em janeiro, quando registrou uma queda de aproximadamente 40% no mês. 

Em fevereiro, Monero continuou mantendo a tendência de baixa, mas um acontecimento histórico acabou mudando os rumos do ativo: o início da guerra da Ucrânia aconteceu em 24 fevereiro e a partir daí o XMR começou sua recuperação. 

Do o início da guerra até abril de 2022, Monero saltou de US$141 (R$688) para US$256 (R$1.249), o que representa uma alta de aproximadamente 82%

Um grande diferencial do Monero que justifica essa alta foi a necessidade que os cidadãos russos tiveram de escapar das sanções impostas por vários países. Por ser uma criptomoeda focada em privacidade, ela acabou se tornando uma solução viável para muitos investidores que precisavam escapar das sanções, e a consequência foi um aumento significativo na procura pelo XMR no mercado, impactando positivamente no seu preço.

Gráfico de XMR

Na Coinext dispomos de avançadas ferramentas de análise técnica através do TradingView. É possível utilizar estratégias de Bollinger, Médias Móveis, MACD, Estocástico, RSI, IFR, entre outras.

Acesse sua conta Coinext para visualizar o gráfico completo de criptomoedas como Monero (XMR).

Aproveite as melhores oportunidades, invista em criptos.

Como comprar Monero (XMR) na Coinext?

Comprar Monero (XMR) na Coinext é simples e seguro, basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Abra sua conta de forma gratuita, simples e segura: Faça o cadastro preenchendo seus dados básicos e e-mail. Você conseguirá validar sua conta em poucos minutos.
  2. Ative sua conta: Faça um depósito da sua própria conta em um banco para a sua conta da Coinext, via PIX ou TED, pois assim você terá saldo para comprar suas moedas. O saldo é atualizado em poucos minutos.
  3. Estude antes de começar: Antes de investir em Monero ou em qualquer criptoativo, é fundamental entender a dinâmica desse mercado e seu perfil de investidor. Somente assim você conseguirá gerenciar os riscos e tomar decisões mais assertivas em seus investimentos.
  4. Compre suas moedas XMR: Pronto! Agora você já consegue realizar suas operações na Coinext com Monero (XMR) e as melhores criptomoedas do mercado, de forma prática e segura.