Tudo sobre USD Coin

Desenvolvido como um token de código aberto na rede Ethereum, o USDC é uma criptomoeda da classe de stablecoins. Esse ativo tem a premissa de ter um valor estável pareado ao dólar, facilitando o envio de valores e a integração entre as facilidades da tecnologia blockchain e o setor financeiro tradicional.

Bitcoin (BTC)
Ethereum (ETH)
Litecoin (LTC)
Ripple (XRP)
Bitcoin Cash (BCH)
Tether Dólar (USDT)
Cardano (ADA)
Chainlink (LINK)
Stellar (XLM)
Dogecoin (DOGE)
EOS
Axie Infinity (AXS)
Chiliz (CHZ)
SushiSwap (SUSHI)
USD Coin (USDC)

O que é USD Coin (USDC)

Redação Coinext

A USD Coin é uma stablecoin, moedas lastreadas em algum outro ativo digital, criada pela empresa americana Centre, consórcio entre a exchange Coinbase e a fintech Circle. Desenvolvido como um token de código aberto na rede Ethereum, este tipo de ativo tem a premissa de ter um valor estável pareado ao dólar, facilitando o envio de valores e a integração entre as facilidades da tecnologia blockchain e o setor financeiro tradicional.

Atualmente, o USDC é o 10º maior criptoativo em capitalização de mercado, sendo a segunda maior stablecoin, atrás apenas do USDT. Porém, a USD Coin tem ganhado cada vez mais usuários, pois suas reservas de lastro da moeda são auditados mensalmente por uma empresa independente, tornando-o uma das opções mais seguras e transparentes de dolarização digital do patrimônio.

Como surgiu o USDC

Lançada em setembro de 2018, a USD Coin foi desenvolvida pela Centre, uma parceria entre a exchange norte-americana Coinbase e a empresa de tecnologia para finanças Circle. Focado em transparência (a despeito das denúncias que rondam as reservas da Tether, que hoje lidera o mercado das stablecoins), o USDC tem todas as suas reservas auditadas mensalmente, garantindo o lastro da moeda digital em dólares e papéis de títulos americanos.

Empresas fundadoras do USDC
Empresas fundadoras do USDC. (Imagem: site oficial do USDC)

O projeto é encabeçado pelo co-fundador e CEO Jeremy Allaire, tecnólogo e empreendedor digital em série, que anteriormente ocupou o cargo de CTO da Macrowave (que desenvolveu o Flash Player e subsequentemente foi comprada pela Adobe), após a mesma adquirir sua empresa Allaire Corporation em 2001. Depois de outras empreitadas como a plataforma de vídeo Brightcove, fundou a fintech Circle em 2013, que cinco anos mais tarde viria a se juntar à Coinbase para a criação do USDC.

Atualmente, a Allaire comanda uma equipe de experts com passagem por grandes empresas como Google, Tripadvisor, PayPal, PwC e outras, liderando a missão da Centre de aumentar a prosperidade econômica global através do comércio on-line, baseada na crença de que as blockchains e as moedas digitais vão reconectar o sistema econômico mundial, criando um ambiente fundamentalmente mais aberto, inclusivo e eficiente.

Recentemente, a Circle deu um passo adiante na sua missão e anunciou a abertura do seu capital como empresa listada em bolsa para o fim de 2021, além da intenção de se tornar ou adquirir um banco nacional para poder acessar diretamente o sistema do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos.

Jeremy Allaire, principal nome por trás do USDC. (Imagem: Cripto Slate)

Para que serve e como usar o USDC

O USDC é uma maneira prática e segura de se expor aos criptoativos sem a volatilidade inerente deste mercado. Assim, qualquer investidor pode trocar moeda fiduciária, normalmente chamadas de fiat, diretamente pelo USD Coin ao preço de 1 para 1 com o dólar americano, o que a configura como uma moeda estável.

Além de ser uma solução prática para transações financeiras, podendo ser facilmente transferido entre carteiras das principais redes, como a Ethereum, o USDC é particularmente interessante para investidores de países com moedas fracas, pois é uma forma de dolarizar o patrimônio sem precisar abrir uma conta em banco americano ou recorrer a casas de câmbio. Assim, o investidor consegue se proteger da inflação e da perda de valor da moeda frente ao dólar, facilitando também a negociação de outros criptoativos com preço na moeda americana.

Recentemente, o USDC também deu um passo adiante no seu projeto de interligar a economia tradicional com o mundo cripto com o anúncio em 29 de março de que será utilizado também nos meios de transação da bandeira de cartões de crédito Visa, além de anunciar para o futuro próximo a possibilidade de utilizar endereços de carteira legíveis para facilitar as transações do dia a dia com USDC.

Como funciona a stablecoin

Cada USD Coin emitido pela Circle é lastreado por ativos em dólar em reservas de instituições financeiras reguladas, guardados em contas segregadas e reconhecidas, tornando possível sua verificação pública e auditoria mensal por uma empresa independente de contabilidade, a Grand Thornton, que garante sua paridade 1:1 com a moeda dos Estados Unidos.

Atualmente o USDC está disponível como um token ERC-20 na sua rede nativa, a Ethereum, mas também já se expandiu para Algorand, Solana, Stellar e Tron, tornando seu contrato inteligente integrável com qualquer tipo de aplicação em todas estas redes.

Principais diferenças entre o USDC e o Bitcoin

As stablecoins, como o próprio nome deste tipo de ativo já diz, buscam entregar estabilidade aos ativos digitais. Para que isso seja possível, o USD Coin tem uma gestão centralizada na Circle, instituição que controla a emissão de novos tokens e os fundos de lastro para que a moeda não sofra com discrepâncias de oferta e procura.

Desta forma, o preço das moedas estáveis estão menos sujeitas às pressões do mercado, com sua cotação sempre girando em torno de 1 dólar americano, com uma diferença de frações (já que o criptoativo permite uma maior divisibilidade em relação à moeda fiat que só tem duas casas decimais).

Essa característica permite que o investidor tenha exposição direta ao dólar dentro dos mercados cripto, protegendo-se da perda de valor da sua moeda corrente e agilizando movimentos de mercado em oportunidades de compra ou venda.

Ou seja, as principais diferenças entre o BTC e o USDC estão intrínsecas no funcionamento interno de cada cripto e também no objetivo inicial de desenvolvimento das moedas. O Bitcoin é uma criptomoeda totalmente descentralizada, uma vez que a extração de novas unidades da moeda ocorrem por meio da mineração.

Mineração do Bitcoin é o processo de validação das transações que ocorrem em sua blockchain, por meio da resolução da função hash, um cálculo matemático de alta complexidade que só pode ser resolvido por computadores potentes. É concedido uma recompensa aos mineradores que exercem tal atividade, pelo empréstimo de seus poderes computacionais, eles são então, remunerados em unidades de BTC. Este é o processo de inserção de novas moedas no mercado. Como podemos perceber ocorre de maneira autônoma e sem nenhuma interferência de empresas terceiras. 

Já  o USDC, é um criptoativo que não possui sua própria blockchain, é um token no padrão ERC-20, que necessita de outras redes descentralizadas para conseguir ser executado. Além disso, ele é uma stablecoin, moeda que é lastreada em outros ativos. No caso do USDC ele é lastreado ao dólar. O BTC não é lastreado em nenhum outro ativo. 

E por fim, conforme vimos acima, o processo de extração de novos tokens do USDC é relativamente centralizado, uma vez que é controlado pela própria desenvolvedora da stablecoin, a Centre, e ainda passa pelo processo de auditoria de uma outra empresa terceirizada.

Principais vantagens de USDC

Estabilidade de preço

As stablecoins são a melhor forma de se expor aos criptoativos sem sofrer a alta volatilidade deste mercado, pois seu preço é pareado ao do dólar americano.

Transparência

O projeto da USD Coin se destaca entre as stablecoins pela sua transparência. Por ser uma instituição localizada nos Estados Unidos, a Circle se sujeita a diversas regulamentações do mercado financeiro tradicional que não se aplicam ao seu principal concorrente, o Tether, que volta e meia tem seu nome vinculado a notícias polêmicas relacionadas ao seu lastro em dólar.

Integração entre os mercados cripto e tradicional

Além disso, a Circle trabalha para ser uma ponte íntegra entre o sistema financeiro tradicional e o mercado de criptoativos. A empresa já trabalha, por exemplo, em um projeto de renda fixa com depósitos em USDC, o que configura uma ótima oportunidade de diversificação do portfólio de investimento.

Fundos auditados dão mais segurança ao investidor

Desde o princípio do projeto, o USD Coin é focado em regulamentação e transparência de seus fundos de lastro. Um destes dispositivos é o relatório mensal emitido pela auditoria independente Grant Thornton que atesta as reservas da Centre, o que serve como uma garantia de valor para a moeda estável. Inclusive, a Centre disponibiliza para consulta pública todos os seus relatórios de auditoria independente desde o seu lançamento em 2018.

Isso foi considerado um diferencial dentre as stablecoins, uma vez que esta classe de criptoativos era acompanhada por este problema de transparência e dúvidas quanto ao pareamento da stablecoin com o ativo em que é lastreada.

Como minerar USDC

Por ser uma moeda estável, não é preciso comprar equipamentos para minerar o USD Coin. Na verdade, qualquer instituição financeira que atenda a uma série de critérios bem restritivos, como ter todas as licenças necessárias e os fundos em dólar, pode emitir o USDC e trocá-lo na paridade 1:1 pela moeda fiat, o que também acaba sendo um dispositivo de segurança para a moeda. Atualmente, há 27,8 bilhões de tokens USDC em circulação, sem limite para sua emissão desde que sempre respeitada a proporção com os valores que lastreiam a moeda.

Como comprar a moeda

Pensando em comprar alguns dólares digitais? Comprar USDC é mais fácil do que você pensa. Confira:

Exchanges

A forma mais prática de comprar USD Coin é através das exchanges, utilizando moeda fiat para converter em USDC. Desta forma, a corretora realiza todo o processo de intermediação do negócio, tornando o negócio mais fácil.

Aqui na Coinext, você pode investir em USDC e outras criptomoedas. É só criar sua conta gratuitamente e começar investir a partir de R$ 25 com segurança e as melhores taxas do mercado para você entrar no mundo cripto

P2P (peer-to-peer

As transações P2P (ponta a ponta) acontecem sem um intermediador, comprando USDC diretamente de alguém que já possui o ativo em carteira. Nesse caso, é preciso conhecer muito bem o vendedor e fazer uma boa negociação, pois não há nenhuma garantia de que você receberá seus tokens e há muitos golpistas neste mercado. Se optar por comprar P2P, procure vendedores referenciados por outros investidores para evitar cair em uma cilada.

Como guardar USDC em carteiras

Quando você compra USDC em uma corretora, como a Coinext, você pode armanzená-los na carteira disponibilizada pela própria plataforma, mas também é possível transferir suas moedas para todo tipo de carteira para criptomoedas, seja ela:

  • online, que armazenam os dados na nuvem;
  • mobile (apps) para celulares;
  • software (desktop) para computadores;
  • hardware (offline) usualmente em dispositivos USB;
  • papel (paper) com as chaves de acesso impressas em placas de metal.

O USDC é compatível com todas as carteiras virtuais que aceitam tokens ERC-20 da rede Ethereum, como:

Quanto vale uma USD Coin (USDC) hoje

A USD Coin (USDC) é negociada na Coinext em Reais (BRL), e sua cotação irá variar conforme a oferta e demanda do mercado.  Atualmente a moeda possui um montante de 27,8 bilhões de dólares de capitalização de mercado, o que faz da USDC a segunda maior stablecoin e a 10ª maior moeda do mercado.

Como tem seu preço atrelado ao dólar americano, o USDC tem seu preço estável em USD 1 desde o lançamento, com pequenas flutuações na casa dos milésimo de fração em momentos de maior stresse do mercado, como quando há grandes liquidações. Já o preço em Reais (BRL) vai oscilar conforme a taxa de câmbio entre as duas moedas. Por isso, a moeda representa uma proteção do portfólio do investidor contra a desvalorização da moeda nacional frente ao dólar.

Até agosto de 2021, o preço do USDC em Reais vem sofrendo com as pressões cambiais e, após chegar a um pico neste ano na casa dos R$ 5,80, agora o preço vem recuando e é atualmente cotado a R$ 5,30.

Gráfico 

Na Coinext você pode acompanhar o gráfico de cotação da USD Coin e ainda utilizar as ferramentas avançadas de análise técnica do TradingView para realizar seus investimentos. É possível utilizar diversos indicadores e estratégias, como Bandas de Bollinger, Médias Móveis, RSI, Volume, MACD, Fibonacci e outros.

Acesse agora mesmo sua conta gratuita na Coinext para acessar o gráfico completo de USD Coin (USDC).

Que tal começar a investir agora?
Abra sua conta Coinext. É rápido e grátis!
Abrir minha conta
Você pode se interessar também...
Feedback