Tudo sobre PancakeSwap

A PancakeSwap é mais um protocolo DeFi. O token CAKE foi lançado em setembro de 2020 por um grupo de desenvolvedores anônimos. Seu código foi originado de um fork (bifurcação) da rede Uniswap. Veio como uma alternativa a outras DeFi que rodam na rede Ethereum e que, por isso, tornaram as redes descentralizadas baseadas nessa blockchain não acessíveis àqueles que precisam transacionar valores menores.

Bitcoin (BTC)
Ethereum (ETH)
Litecoin (LTC)
Ripple (XRP)
Bitcoin Cash (BCH)
Tether Dólar (USDT)
Cardano (ADA)
Chainlink (LINK)
Stellar (XLM)
Dogecoin (DOGE)
EOS
Axie Infinity (AXS)
Chiliz (CHZ)
SushiSwap (SUSHI)
USD Coin (USDC)
Binance Coin (BNB)
Smooth L. Potion (SLP)
Uniswap (UNI)
Polkadot (DOT)
PancakeSwap (CAKE)
Shiba Inu Coin (SHIB)

O que é PancakeSwap (CAKE)

Redação Coinext

PancakeSwap é o nome da Exchange Descentralizada (DEX) que é executada dentro da rede blockchain Binance Smart Chain (BSC), cujo token nativo é o CAKE. Até setembro de 2021, a capitalização de mercado do CAKE era correspondente a US$ 4.185.218.716. Seu token CAKE recebe a classificação de ser um token DeFi, uma vez que surgiu dentro de uma DEX e tem funções específicas que ajudam a manter o sistema funcionando.

A PancakeSwap é mais um protocolo DeFi, buscando inovar nas soluções oferecidas pelas DEX existentes. Assim como os outros protocolos de trade descentralizados, ela utiliza um mecanismo Criador de um Mercado Automatizado (AMM), que consegue realizar os câmbios entre os investidores sem a necessidade de uma plataforma intermediando as operações, tudo acontece por meio da criação de um pool de liquidez, pelos próprios usuários da rede.

O seu token CAKE veio como um meio de viabilizar este novo mercado automatizado, com funções específicas como o staking, farming, compra de NFTs colecionáveis específicos da BSC e até mesmo criaram uma espécie de loteria dentro da exchange. Além disso, uma das principais funções do CAKE é a governança que ele concede aos detentores do token, proporcional à quantidade de tokens que o usuário detém. Vamos explicar melhor todas essas funcionalidades e termos abaixo. 

Como surgiu o PancakeSwap?

O PancakeSwap foi lançado em setembro de 2020 por um grupo de desenvolvedores anônimos. Seu código foi originado de um fork (bifurcação) da rede Uniswap, a primeira e até pouco tempo atrás a maior exchange descentralizada do mundo, que funciona por meio da blockchain da Ethereum. A PancakeSwap veio como uma alternativa às altas taxas da Ethereum, que tornaram as redes descentralizadas baseadas nessa blockchain não acessíveis àqueles que precisam transacionar valores menores.

Em pouco tempo, a Pancake obteve sucesso e adoção. Sua implementação na rede BSC permitiu que as taxas e velocidade de transação lhe dessem uma vantagem competitiva em relação às DEX implementadas na rede Ethereum, que desde o final de 2020, sofrem com um congestionamento e taxas encarecendo.

Atualmente, a rede da Pancake já ultrapassou a Uniswap nas principais métricas, como o volume transacionado em 24 horas, participação de mercado e o montante de capitalização de mercado. Até setembro de 2021 a Pancake movimentou cerca de US$616.499.733 em um período de 24 horas, tem 15% de participação no mercado (contra 4% da Uniswap) e US$ 4.809.327.521 em valor total bloqueado nos seus pools de liquidez, enquanto a Uniswap tem US$ 4.082.280.420.

Como funciona a PancakeSwap?

Para entender por completo o funcionamento da rede PancakeSwap precisamos entender alguns outros conceitos que estão envoltos no ecossistema dela. 

Já entendemos que as DEX funcionam com um Criador de Mercado Automatizado (AMM), uma vez que elas não utilizam uma plataforma para parear os investidores compradores e vendedores, mas sim utilizam um pool de liquidez, que é formado pelos próprios usuários da rede. Numa corretora centralizada, como a Coinext, a plataforma utiliza o Livro de Ofertas para listar as intenções de compra e venda dos investidores, e assim fazer a correspondência entre os mesmos, fazendo o trade acontecer. 

Adicionando Liquidez à PancakeSwap

Na rede da PancakeSwap não existe um Livro de Ofertas e nem este pareamento de investidores, mas sim o mercado automatizado e os pools de liquidez. Esses pools funcionam como uma espécie de fundo de criptoativos, no qual os usuários da plataforma depositam pares de tokens, numa proporção de 50:50, e assim criam a liquidez que a rede precisa para conseguir suprir sua demanda, esses usuários recebem a denominação de Provedores de Liquidez, ou LP. Ou seja, o processo existe para que a rede tenha uma oferta de criptoativos suficiente para os investidores negociarem e conseguirem sacar os tokens, caso queiram.

E para manter todo este sistema funcionando e os usuários engajados, a rede remunera os LPs concedendo o acesso a alguns serviços ou produtos específicos, é aqui que entra o token CAKE. Ele é categorizado como um token DeFi, como já sabemos, porque surgiu e está imerso em um ecossistema de uma DEX, e dentro deste sistema ele funciona como um token de utilidade, uma vez que vai conceder o acesso a benefícios exclusivos do sistema. 

Adicionar liquidez ao pool é o primeiro passo para conseguir usufruir das demais funcionalidades da rede, como o farming, staking, a loteria e a governança. 


Staking, Farming, Loteria e NFTs

Os usuários que depositam seus tokens e os deixam bloqueados nos pools de liquidez estão exercendo o staking ou farming (vamos diferenciar os processos abaixo) e recebem participações percentuais nas taxas de trades que ocorrerem naquele pool. Então, são remunerados com o próprio token CAKE, que ainda concede outros benefícios aos seus detentores, como a governança, a possibilidade de investir em NFTs nativos da rede BSC e demais funções.

De forma resumida, a governança dá aos LPs o poder de voto e participação ativa nas decisões do protocolo. Como explicamos acima, o poder de voto é proporcional à quantidade de tokens, logo, quanto mais tokens maior a força do voto. 

O staking é basicamente o ato de os usuários proverem liquidez à rede, com os tokens depositados nos pools específicos, chamadas Syrup Pool, e permanecendo bloqueados, criando assim o fundo que será utilizado pelo Criador do Mercado Automatizado (AMM). Para a plataforma PancakeSwap isso é fundamental para manter o sistema funcionando e cobrindo a demanda dos investidores. E para os usuários isso é importante para que eles consigam negociar tranquilamente seus criptoativos, sacá-los quando desejarem, ou adotar outras estratégias de investimentos, além é claro das remunerações aos LPs.

Um diferencial da PancakeSwap é que os LPs podem ainda bloquear os tokens CAKE que recebem, para ganharem ainda mais tokens CAKE, ou outros tokens, como uma espécie de renda passiva de criptoativos.

O farming, ou yield farming, se baseia nos mesmos conceitos do staking, com algumas diferenças no processo. O farming envolve um comprometimento mais ativo dos usuários LPs, como se fosse um staking duplo, com o objetivo de alavancar os rendimentos dos investidores. Uma das principais diferenças também, é que o Farming acontece exclusivamente dentro da plataforma da PancakeSwap e o investidor precisa operar em uma carteira da rede BSC, adicionando e bloqueando tokens no padrão BSC-20. Enquanto no staking, você adiciona e bloqueia especialmente tokens CAKE. 

E ainda existe a loteria da PancakeSwap, na qual, resumidamente, o investidor compra um bilhete por 10 CAKE, que vai gerar uma combinação aleatória de quatro dígitos. Para ganhar o prêmio, 50% do valor total da loteria, o seu bilhete precisa ter exatamente os 4 números, na mesma posição, do bilhete sorteado. Assim como em loterias tradicionais, se você acertar dois ou mais números pode levar uma quantia correspondente, como se fosse a quina das loterias convencionais.

E por último, existem os NFTs da BSC, você pode se inscrever para ganhá-los. A PancakeSwap escolhe os vencedores aleatoriamente. 

Para que serve o token CAKE

Do ponto de vista da exchange, o token CAKE serve para viabilizar o sistema e as principais funções da rede PancakeSwap como as que descrevemos acima: o staking, o farming, a loteria e os NFTs. 

Já para os investidores, o CAKE pode representar uma oportunidade de alavancar seus rendimentos e de iniciar uma estratégia de renda passiva com criptoativos (pelo farming). Uma vez que você se torna um Provedor de Liquidez, você é remunerado pelas participações nas taxas de trade dos pools que participa e com os tokens CAKE. Além é claro, de você poder negociar o CAKE na Coinext e aproveitar as valorizações da rede Pancake, que, como explicamos, é atualmente a maior exchange descentralizada e segue em crescimento contínuo. Através de uma outra funcionalidade da Pancake, chamada IFO (Ofertas Iniciais de Farm) você também consegue investir em projetos recém criados ou ainda em desenvolvimento.

Principais vantagens do PancakeSwap (CAKE)

Transações rápidas

Por conta da utilização da Binance Smart Chain, a Pancake Swap consegue realizar a troca de ativos digitais de maneira muito mais ágil que os seus principais concorrentes, como a Uniswap ou Sushiswap. Por conta disso, a rede ganhou rapidamente adoção, enquanto a Ethereum sofria com a lentidão em momentos de pico. Em poucos segundos as transações da Pancake já são confirmadas. Mas, claro, isso tende a variar conforme o nível de congestionamento da rede.

Múltiplas opções de investimento

Além de permitir a troca de ativos digitais, a Pancake busca oferecer serviços que vão além, como os que especificamos nos tópicos acima, voltados para o mercado das DeFi e novas estratégias de investimento em criptoativos (farming, staking, loterias e NFTs). 

Como a Pancake é um rede que está no centro das DeFi,  à medida que o sistema cresce, ganha mais exchanges e mais protocolos, o token CAKE absorve esse crescimento e se valoriza junto. Além disso, sua rede depende do funcionamento da BSC, com o crescimento e o aumento nas funcionalidades da Binance Smart Chain, o CAKE também sofre o impacto  e tende a crescer junto com a sua blockchain auxiliar. 

Taxas baixas

Transações mais rápidas não foram o único motivo para adoção da PancakeSwap, mas também o custo baixo de transação. Enquanto seus principais concorrentes cobravam taxas a partir de 0,3%, a Pancake cobra uma taxa de 0,2%, o que impulsionou a sua adoção em poucos meses de existência.

Como é a mineração de PancakeSwap (CAKE)?

A criação de novos CAKE não surge a partir da mineração ou do staking, como ocorre no Bitcoin ou na Cardano, respectivamente. Novas moedas são geradas a partir do processo de farming, no qual o usuário ajuda a rede provendo liquidez e é remunerado por isso com os tokens nativos da rede.

A rede PancakeSwap não tem um fornecimento limite de tokens e até setembro de 2021 existiam 226.969.071 tokens em circulação. A velocidade de inserção desses tokens no mercado depende diretamente de quantos usuários Provedores de Liquidez existem na rede e que estão farmando.

Como comprar PancakeSwap?

Corretora

A primeira forma de investir na PancakeSwap (CAKE) é também o meio mais seguro e confiável, através de uma corretora como a Coinext

Nesta opção, a corretora faz todo o processo de intermediação das transações entre as partes envolvidas, além de disponibilizar sua própria carteira virtual para armazenamento das suas criptomoedas. Também oferece uma interface mais completa, com outras opções de moedas, diferentes tipos de operações e dados importantes que podem ajudar o trader a ter um investimento de sucesso.

A Coinext oferece uma plataforma segura e fácil de utilizar para você negociar as melhores criptomoedas do mercado.

Abra sua conta grátis para comprar CAKE hoje mesmo.

Extração de tokens

A segunda forma é por meio da extração dos tokens por meio do farm, no qual você é recompensado com unidades da CAKE para fornecer liquidez para pools. Similar ao que ocorre no processo de mineração das demais criptos, porém de forma mais simplificada e acessível.

P2P (per-to-per)

A terceira forma é por meio do processo P2P, peer-to-peer, que é basicamente uma forma realizar transações diretamente com a outra parte envolvida, e não se faz o uso de um intermediário, como uma corretora. O risco deste tipo de transação é que não há garantias de que você receberá seus tokens ou seu dinheiro, uma vez que a relação entre as partes ocorre puramente na base da confiança.

Como guardar em carteira?

Conforme dito acima, caso você adquira suas moedas na Coinext, há a possibilidade de armazená-las diretamente na plataforma da própria corretora. Porém, também existe a possibilidade de guardar as moedas em carteiras, que podem ser digitais ou físicas.

  • online, que armazenam os dados na nuvem;
  • mobile (apps) para celulares;
  • software (desktop) para computadores;
  • hardware (offline) usualmente em dispositivos USB;
  • papel (paper) usualmente impressas em placas de metal.

As principais carteiras do mercado para se armazenar CAKE são:

  • Trust Wallet (mobile)
  • Math Wallet (desktop)
  • Binance Chain Wallet (navegador)
  • Safepal (hardware wallet)

Cotação do PancakeSwap hoje

A Pancake Swap (CAKE) é negociada na Coinext em Reais (BRL), e sua cotação irá variar conforme a oferta e demanda do mercado.  Até agosto de 2021  a moeda possuía um montante de 4,5 bilhões de dólares na sua capitalização de mercado.

A CAKE, após o seu lançamento no último trimestre de 2020, ficou lateralizada entre a faixa dos US$0,20 até os US$0,80. Foi a partir de janeiro de 2021 que o seu preço disparou para incríveis US$43,92, um aumento 5490%, impulsionado pela adoção da rede e pelo crescimento do mercado de criptomoedas.

Após isso, a CAKE passou por uma forte correção com a queda do mercado de criptomoedas em maio e desde então se recupera, sendo cotada em agosto de 2021 a US$20,9.

Gráfico

Na Coinext dispomos das avançadas ferramentas de análise técnica para os usuários através do TradingView. É possível utilizar estratégias de Bollinger, Médias Móveis, MACD, Estocástico, RSI, IFR, entre outros.

Acesse sua conta Coinext para acessar o gráfico completo da PancakeSwap (CAKE).

Que tal começar a investir agora?
Abra sua conta Coinext. É rápido e grátis!
Abrir minha conta
Você pode se interessar também...
Feedback